Tag Archives: crianças

Por mais itens de segurança que seu veículo apresente, transportar crianças no banco da frente não é recomendável. Segundo a Organização Mundial da Saúde, nove a cada dez acidentes fatais, poderiam ter sido evitados com o uso do equipamento de segurança adequado, como cadeirinhas para bebês e cinto de segurança para as crianças.
80409908
De acordo com o Código de Trânsito, crianças até 10 anos devem ser transportadas no banco de trás do carro. A penalidade para o não cumprimento desta lei é uma infração gravíssima, além dos pontos na carteira de habilitação.
Para bebês, é importante que a criança seja acomodada no assento infantil. Consulte o manual do produto para a devida instalação do equipamento no carro. A criança deve ficar de costas para o assento dianteiro, a fim de amortecer o impacto da cabeça caso ocorra uma freada brusca, por exemplo. Para crianças maiores o cinto de segurança deve estar confortável, ou seja, tomando parte do peito e dando a volta na cintura. Este cinto também é conhecido como cinto de três pontos.
Por fim, além destes itens, o motorista deve ter um cuidado redobrado ao dirigir transportando crianças, seja no banco de trás ou, quando permitido, no banco da frente.

Por Thaís Damha

Tenho um blog, sou mãe e esposa. Meus dois filhos estão com as idades de 5 e 3 anos. Uma fase em que temos que começar a mostrar o certo e o errado, valorizando coisas boas e positivas da vida.

Meu marido e eu somos superpreocupados em questão de educação e segurança, como toda mãe e pai. Hoje em dia, temos que estar com atenção redobrada, coisa que há pouco tempo não era preciso. Outro dia, perguntei pra minha mãe como ela fazia comigo e meus irmãos no carro, somos em 4 e lembrei das cadeirinhas, cintos etc. E ela me disse: simples, abria a porta e entravam!

Realmente, era simples, fácil e os carros não corriam tanto (rsrs). Mas, hoje, de maneira nenhuma, me vejo saindo ou viajando com as crianças fora da cadeirinha. Quando minha filha mais velha era bebê, odiava o bebê conforto, parecia que tinha espinhos. Morria de dó de colocá-la a força, mas, com o tempo me convenci dos riscos… Acho que, com mais calma, consegui fazer sem estresse (Dica: o filminho do “Little Einstein” ajudou muito nesta questão, eles não decolam o foguete sem atar os cintos. OBA!).

cadeirinha

Para mim, a cadeirinha é imbatível, ela tem todos os apoios reguláveis e inclina para poder dormir. Hoje, não consigo nem mesmo manobrar o carro dentro da garagem se não tiver passado o cinto neles. Educando as crianças, elas pedem e, às vezes, nos lembram de protegê-las. Em casa, essas questões são fortes para nós. Outro, dia meu irmão perguntou à sua esposa, minha cunhada, com quantos anos se deve parar de usar a cadeirinha de segurança. Ela disse que achava ser 5 anos. Minha filha virou e disse: “Dindo, acho melhor ser 10, minha prima mais velha ainda usa”.

Cheguei à conclusão que é uma questão de educar mesmo para a vida, em todos os pontos. E a educação tem que ser em todos os pontos e lugares mesmo!

Quando estamos a pé, é uma dificuldade atravessar a rua, ninguém quer parar, um caos… Mas, nessas situações, explico o que é certo e errado, e agora eles aprenderam a agradecer se um carro para. Eles adoram e fazem uma “festa” com o motorista. Quem parou também fica bem feliz.

Com as crianças, acabamos aprendendo muito também, nos educando de várias formas, não dá mais para atravessar fora da faixa.

Em nossos carros, temos um adesivinho azul. Conhecem? =D
logo_transito_gentil

Crianças são como o CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) , quando alguém buzina, corre, passa no semáforo vermelho ou amarelo, às vezes, elas olham e dizem: “também, mamãe, eles não colaram o coraçãozinho no carro deles… são chatos, né?!”.

Minha filha sempre acorda assustada de madrugada com barulho de moto ou carro que fazem “graça” no meio da noite. Por essa experiência, fiz um propósito de buzinar só se realmente for necessário, não sabemos se por ali tem criança dormindo, pessoa doente, idoso, recém-nascido.

E espero que cada dia mais pessoas percebam que precisamos de mais educação e gentileza no trânsito, na cidade e que buzinar, correr ou qualquer outro ERRO não vai resolver o trânsito.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS! E não se esqueçam: a educação ainda é o maior presente.

A Thaís Damha é esposa, mãe e blogueira, exatamente nesta ordem. Começou seu blog, o Dica das Amigas (https://dicionariodedicasdasamigas.blogspot.com), quando suas amigas pediram para que contasse suas experiências da gestação e criação dos filhos, o que faz com tamanha maestria. =D

Como todos sabemos, hoje em dia é obrigatório o transporte de crianças em cadeirinhas próprias nos veículos, sob pena de multa e retenção do veículo. Para que você não corra esse risco, separamos algumas informações úteis. Acompanhe:

Sobre a lei

A lei da cadeirinha foi aprovada pelo Contran, em base na resolução 277, de 28 de maio de 2008, que regulamenta o transporte de crianças em veículos automotores. O não cumprimento da lei é considerado infração gravíssima, gera multa de R$191,54, dá perda de sete pontos na carteira de habilitação e apreensão do veículo no ato do flagrante. Além disso, a cadeirinha deve-se seguir as normas do INMETRO, para não continuar cometendo infração, mesmo usando o equipamento.

Modelos de acordo com idade e peso da criança
.

Bebê Conforto

O assento Bebê Conforto (bebês de até 1 ano de idade e até 13 Kg): o bebê conforto é um equipamento de retenção obrigatório no transporte de crianças com até 1 ano de idade e peso máximo de até 13 Kg. Sua instalação deverá ser feita para que o bebê fique de costas para o movimento do veículo, uma vez que reduz o risco de lesões, no caso de uma colisão frontal. O bebê conforto é preso ao banco traseiro usando-se o cinto de segurança do automóvel.

.

Cadeirinha ou Poltrona

Cadeirinha ou poltrona para carro (crianças de 1 a 4 anos e peso entre 13 e 25 Kg): a cadeirinha é um equipamento de retenção obrigatório para o transporte de crianças compreendidas na faixa entre 1 a 4 anos e com peso entre 13 e 25 Kg. Sua instalação é feita no banco traseiro do automóvel, de forma a deixar a criança sentada no mesmo sentido de movimento do veículo.
.

Assento de elevação
Assento de elevação ou Booster (crianças de 4 a 7 anos e meio e peso acima de 25 e 36 Kg ou mais):
o assento de elevação é uma cadeirinha obrigatória para o transporte de crianças que estão na faixa etária de 4 a 7 anos e seis meses ou, ainda, em crianças de menor idade mas com peso compreendido entre 25 Kg ou mais. O equipamento é instalado no banco traseiro do veículo, com cinto de segurança de três pontos. O assento de elevação faz com que o cinto seja passado em locais estratégicos pelo corpo da criança, ou seja, nos quadris, no centro dos ombros e no centro do peito.

Pensando na segurança e no bem estar das crianças, o Porto Seguro Auto oferece um benefício exclusivo aos segurados na compra de cadeiras infantis e assento da marca Galzerano na loja virtual da Picolino. Veja mais detalhes:

https://bit.ly/Cadeirinhas

E para as seguradas do Porto Seguro Auto Mulher, existe ainda um benefício especial, que é a cobertura para a cadeirinha se houver roubo ou furto do veículo. Saiba mais!

Fonte do artigo.

Você já ouviu alguém dizendo: Tal pai, tal filho? Pela convivência, talvez os pais não reparem muito nisso, mas é normal que seus filhos os imitem. É assim que as crianças aprendem o que é certo e errado e, por isso, devemos sempre dar um bom exemplo. Educar é algo que leva tempo e paciência, mas nos dá uma grande recompensa no futuro.

Preparamos algumas dicas sobre como educar seu filho em relação ao trânsito e queremos ver seu pequeno contribuindo para um Trânsito + gentil neste dia das crianças! Continue reading

Como todos nós sabemos, volta às aulas é sinal de trânsito mais caótico. Por isso, a CET realiza a Operação Volta às Aulas, em que faz o monitoramento das escolas que causam mais impacto no trânsito, auxiliando os pais e os alunos enquanto eles estiverem nas ruas.

Levando em consideração o número de alunos, pais e automóveis, cabe a cada um de nós tomar consciência de como podemos melhorar o trânsito durante a volta às aulas. Além da calma, é preciso tomar alguns cuidados e espalhar gentileza entre todas as pessoas que estiverem estressadas no trânsito.

Continue reading

Este post é dedicado a todas as mamães que são gentis no trânsito! Se você não tem filhos, envie este link para alguma mamãe que você conhece, pois ele será bem útil. É uma espécie de homenagem e contribuição a todas as mães que dirigem e compartilham o espaço no trânsito com seus filhos.

Preocupados com o conforto e segurança delas e de seus filhos no trânsito, fizemos uma entrevista com Roberto Manzini, comandante do Centro de Pilotagem da Renault, empresa que forma pilotos defensivos ou de competição, com treinamentos específicos para cada tipo de pessoa.

Continue reading

Infelizmente, em muitos lugares, o Carnaval é sinônimo de acidentes nas estradas. Apesar das comemorações, muita gente acaba bebendo um pouquinho a mais ou se empolgando além da conta na pista, finalizando a festa de um jeito trágico. Pra que acabar com a alegria do carnaval dessa maneira, se podemos fazer dele uma comemoração onde só guardamos boas recordações? Tá na hora de perceber que nós mesmos podemos mudar isso.
Continue reading

WP_Query Object
(
    [query] => Array
        (
            [tag] => criancas
        )

    [query_vars] => Array
        (
            [tag] => criancas
            [error] => 
            [m] => 
            [p] => 0
            [post_parent] => 
            [subpost] => 
            [subpost_id] => 
            [attachment] => 
            [attachment_id] => 0
            [name] => 
            [static] => 
            [pagename] => 
            [page_id] => 0
            [second] => 
            [minute] => 
            [hour] => 
            [day] => 0
            [monthnum] => 0
            [year] => 0
            [w] => 0
            [category_name] => 
            [cat] => 
            [tag_id] => 159
            [author] => 
            [author_name] => 
            [feed] => 
            [tb] => 
            [paged] => 0
            [meta_key] => 
            [meta_value] => 
            [preview] => 
            [s] => 
            [sentence] => 
            [title] => 
            [fields] => 
            [menu_order] => 
            [embed] => 
            [category__in] => Array
                (
                )

            [category__not_in] => Array
                (
                )

            [category__and] => Array
                (
                )

            [post__in] => Array
                (
                )

            [post__not_in] => Array
                (
                )

            [post_name__in] => Array
                (
                )

            [tag__in] => Array
                (
                )

            [tag__not_in] => Array
                (
                )

            [tag__and] => Array
                (
                )

            [tag_slug__in] => Array
                (
                    [0] => criancas
                )

            [tag_slug__and] => Array
                (
                )

            [post_parent__in] => Array
                (
                )

            [post_parent__not_in] => Array
                (
                )

            [author__in] => Array
                (
                )

            [author__not_in] => Array
                (
                )

            [ignore_sticky_posts] => 
            [suppress_filters] => 
            [cache_results] => 1
            [update_post_term_cache] => 1
            [lazy_load_term_meta] => 1
            [update_post_meta_cache] => 1
            [post_type] => 
            [posts_per_page] => 10
            [nopaging] => 
            [comments_per_page] => 50
            [no_found_rows] => 
            [order] => DESC
        )

    [tax_query] => WP_Tax_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                    [0] => Array
                        (
                            [taxonomy] => post_tag
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => criancas
                                )

                            [field] => slug
                            [operator] => IN
                            [include_children] => 1
                        )

                )

            [relation] => AND
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                    [0] => t_g_term_relationships
                )

            [queried_terms] => Array
                (
                    [post_tag] => Array
                        (
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => criancas
                                )

                            [field] => slug
                        )

                )

            [primary_table] => t_g_posts
            [primary_id_column] => ID
        )

    [meta_query] => WP_Meta_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                )

            [relation] => 
            [meta_table] => 
            [meta_id_column] => 
            [primary_table] => 
            [primary_id_column] => 
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                )

            [clauses:protected] => Array
                (
                )

            [has_or_relation:protected] => 
        )

    [date_query] => 
    [queried_object] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 159
            [name] => crianças
            [slug] => criancas
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 159
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 7
            [filter] => raw
        )

    [queried_object_id] => 159
    [request] => SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS  t_g_posts.ID FROM t_g_posts  LEFT JOIN t_g_term_relationships ON (t_g_posts.ID = t_g_term_relationships.object_id) WHERE 1=1  AND ( 
  t_g_term_relationships.term_taxonomy_id IN (159)
) AND t_g_posts.post_type = 'post' AND (t_g_posts.post_status = 'publish') GROUP BY t_g_posts.ID ORDER BY t_g_posts.post_date DESC LIMIT 0, 10
    [posts] => Array
        (
            [0] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 3163
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2013-07-26 18:55:26
                    [post_date_gmt] => 2013-07-26 20:55:26
                    [post_content] => Por mais itens de segurança que seu veículo apresente, transportar crianças no banco da frente não é recomendável. Segundo a Organização Mundial da Saúde, nove a cada dez acidentes fatais, poderiam ter sido evitados com o uso do equipamento de segurança adequado, como cadeirinhas para bebês e cinto de segurança para as crianças.
80409908
De acordo com o Código de Trânsito, crianças até 10 anos devem ser transportadas no banco de trás do carro. A penalidade para o não cumprimento desta lei é uma infração gravíssima, além dos pontos na carteira de habilitação.
Para bebês, é importante que a criança seja acomodada no assento infantil. Consulte o manual do produto para a devida instalação do equipamento no carro. A criança deve ficar de costas para o assento dianteiro, a fim de amortecer o impacto da cabeça caso ocorra uma freada brusca, por exemplo. Para crianças maiores o cinto de segurança deve estar confortável, ou seja, tomando parte do peito e dando a volta na cintura. Este cinto também é conhecido como cinto de três pontos.
Por fim, além destes itens, o motorista deve ter um cuidado redobrado ao dirigir transportando crianças, seja no banco de trás ou, quando permitido, no banco da frente.
                    [post_title] => Lugar de criança é no banco de trás!
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => lugar-de-crianca-e-no-banco-de-tras
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2013-07-26 18:55:26
                    [post_modified_gmt] => 2013-07-26 20:55:26
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3163
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 0
                    [filter] => raw
                )

            [1] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2467
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-10-11 12:13:09
                    [post_date_gmt] => 2011-10-11 14:13:09
                    [post_content] => Por Thaís Damha

Tenho um blog, sou mãe e esposa. Meus dois filhos estão com as idades de 5 e 3 anos. Uma fase em que temos que começar a mostrar o certo e o errado, valorizando coisas boas e positivas da vida.
--
Meu marido e eu somos superpreocupados em questão de educação e segurança, como toda mãe e pai. Hoje em dia, temos que estar com atenção redobrada, coisa que há pouco tempo não era preciso. Outro dia, perguntei pra minha mãe como ela fazia comigo e meus irmãos no carro, somos em 4 e lembrei das cadeirinhas, cintos etc. E ela me disse: simples, abria a porta e entravam! 

Realmente, era simples, fácil e os carros não corriam tanto (rsrs). Mas, hoje, de maneira nenhuma, me vejo saindo ou viajando com as crianças fora da cadeirinha. Quando minha filha mais velha era bebê, odiava o bebê conforto, parecia que tinha espinhos. Morria de dó de colocá-la a força, mas, com o tempo me convenci dos riscos... Acho que, com mais calma, consegui fazer sem estresse (Dica: o filminho do "Little Einstein" ajudou muito nesta questão, eles não decolam o foguete sem atar os cintos. OBA!).

cadeirinha

Para mim, a cadeirinha é imbatível, ela tem todos os apoios reguláveis e inclina para poder dormir. Hoje, não consigo nem mesmo manobrar o carro dentro da garagem se não tiver passado o cinto neles. Educando as crianças, elas pedem e, às vezes, nos lembram de protegê-las. Em casa, essas questões são fortes para nós. Outro, dia meu irmão perguntou à sua esposa, minha cunhada, com quantos anos se deve parar de usar a cadeirinha de segurança. Ela disse que achava ser 5 anos. Minha filha virou e disse: "Dindo, acho melhor ser 10, minha prima mais velha ainda usa".

Cheguei à conclusão que é uma questão de educar mesmo para a vida, em todos os pontos. E a educação tem que ser em todos os pontos e lugares mesmo!

Quando estamos a pé, é uma dificuldade atravessar a rua, ninguém quer parar, um caos... Mas, nessas situações, explico o que é certo e errado, e agora eles aprenderam a agradecer se um carro para. Eles adoram e fazem uma “festa” com o motorista. Quem parou também fica bem feliz. 

Com as crianças, acabamos aprendendo muito também, nos educando de várias formas, não dá mais para atravessar fora da faixa.

Em nossos carros, temos um adesivinho azul. Conhecem? =D
logo_transito_gentil
 
Crianças são como o CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) , quando alguém buzina, corre, passa no semáforo vermelho ou amarelo, às vezes, elas olham e dizem: "também, mamãe, eles não colaram o coraçãozinho no carro deles... são chatos, né?!". 

Minha filha sempre acorda assustada de madrugada com barulho de moto ou carro que fazem “graça” no meio da noite. Por essa experiência, fiz um propósito de buzinar só se realmente for necessário, não sabemos se por ali tem criança dormindo, pessoa doente, idoso, recém-nascido.

E espero que cada dia mais pessoas percebam que precisamos de mais educação e gentileza no trânsito, na cidade e que buzinar, correr ou qualquer outro ERRO não vai resolver o trânsito. 

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS! E não se esqueçam: a educação ainda é o maior presente.

--

A Thaís Damha é esposa, mãe e blogueira, exatamente nesta ordem. Começou seu blog, o Dica das Amigas (https://dicionariodedicasdasamigas.blogspot.com), quando suas amigas pediram para que contasse suas experiências da gestação e criação dos filhos, o que faz com tamanha maestria. =D
                    [post_title] => Filhos: Carinho, segurança e educação sempre
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => filhos-carinho-seguranca-e-educacao-sempre
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2011-10-11 12:13:09
                    [post_modified_gmt] => 2011-10-11 14:13:09
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2467
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 2
                    [filter] => raw
                )

            [2] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 1553
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-04-25 19:20:35
                    [post_date_gmt] => 2011-04-25 21:20:35
                    [post_content] => 

Como todos sabemos, hoje em dia é obrigatório o transporte de crianças em cadeirinhas próprias nos veículos, sob pena de multa e retenção do veículo. Para que você não corra esse risco, separamos algumas informações úteis. Acompanhe:

Sobre a lei

A lei da cadeirinha foi aprovada pelo Contran, em base na resolução 277, de 28 de maio de 2008, que regulamenta o transporte de crianças em veículos automotores. O não cumprimento da lei é considerado infração gravíssima, gera multa de R$191,54, dá perda de sete pontos na carteira de habilitação e apreensão do veículo no ato do flagrante. Além disso, a cadeirinha deve-se seguir as normas do INMETRO, para não continuar cometendo infração, mesmo usando o equipamento.

Modelos de acordo com idade e peso da criança .

Bebê Conforto

O assento Bebê Conforto (bebês de até 1 ano de idade e até 13 Kg): o bebê conforto é um equipamento de retenção obrigatório no transporte de crianças com até 1 ano de idade e peso máximo de até 13 Kg. Sua instalação deverá ser feita para que o bebê fique de costas para o movimento do veículo, uma vez que reduz o risco de lesões, no caso de uma colisão frontal. O bebê conforto é preso ao banco traseiro usando-se o cinto de segurança do automóvel.

.

Cadeirinha ou Poltrona

Cadeirinha ou poltrona para carro (crianças de 1 a 4 anos e peso entre 13 e 25 Kg): a cadeirinha é um equipamento de retenção obrigatório para o transporte de crianças compreendidas na faixa entre 1 a 4 anos e com peso entre 13 e 25 Kg. Sua instalação é feita no banco traseiro do automóvel, de forma a deixar a criança sentada no mesmo sentido de movimento do veículo. .

Assento de elevação Assento de elevação ou Booster (crianças de 4 a 7 anos e meio e peso acima de 25 e 36 Kg ou mais): o assento de elevação é uma cadeirinha obrigatória para o transporte de crianças que estão na faixa etária de 4 a 7 anos e seis meses ou, ainda, em crianças de menor idade mas com peso compreendido entre 25 Kg ou mais. O equipamento é instalado no banco traseiro do veículo, com cinto de segurança de três pontos. O assento de elevação faz com que o cinto seja passado em locais estratégicos pelo corpo da criança, ou seja, nos quadris, no centro dos ombros e no centro do peito.

Pensando na segurança e no bem estar das crianças, o Porto Seguro Auto oferece um benefício exclusivo aos segurados na compra de cadeiras infantis e assento da marca Galzerano na loja virtual da Picolino. Veja mais detalhes:

https://bit.ly/Cadeirinhas

E para as seguradas do Porto Seguro Auto Mulher, existe ainda um benefício especial, que é a cobertura para a cadeirinha se houver roubo ou furto do veículo. Saiba mais!

Fonte do artigo.

[post_title] => Saiba tudo sobre as cadeirinhas obrigatórias [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => saiba-tudo-sobre-as-cadeirinhas-obrigatorias [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-04-25 19:20:35 [post_modified_gmt] => 2011-04-25 21:20:35 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1553 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 1 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 1147 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-10-05 19:14:37 [post_date_gmt] => 2010-10-05 21:14:37 [post_content] => Você já ouviu alguém dizendo: Tal pai, tal filho? Pela convivência, talvez os pais não reparem muito nisso, mas é normal que seus filhos os imitem. É assim que as crianças aprendem o que é certo e errado e, por isso, devemos sempre dar um bom exemplo. Educar é algo que leva tempo e paciência, mas nos dá uma grande recompensa no futuro. Preparamos algumas dicas sobre como educar seu filho em relação ao trânsito e queremos ver seu pequeno contribuindo para um Trânsito + gentil neste dia das crianças!

dia-criancas

Então, vamos brincar? Funciona assim: você chama seu filho para uma pequena aulinha sobre Trânsito + gentil e, no final da conversa, pede para ele fazer um desenho bem bonito com o tema “Trânsito”. Envie o desenho pra gente no email contato@transitomaisgentil.com.br que no final, selecionaremos o melhor desenho e ele ganhará o “Tapa Certo”! Um jogo super divertido e educativo da Cidade Portinho para você se divertir e brincar bastante com seu pequeno. São 5 jogos no total. E aqui vão as dicas: - Saia para dar uma volta com seu filho e mostre na prática tudo que vocês irão conversar. Se tiverem a oportunidade de caminhar até a escola juntos, melhor ainda. Vocês podem bater esse papo diariamente e ficará mais fácil para a criança assimilar todos os assuntos. - Faça perguntas, instigue o pensamento dele. Pare em uma esquina e abaixe-se para ficar na mesma altura para conversar. Peça para ele fechar os olhos e ouvir os barulhos que vem da rua. Que barulho você está ouvindo? Acha que é um caminhão? Uma bicicleta? Vá encorajando seu filho a pensar cada vez mais longe e visualizar as ruas e o trânsito. - Alerte-o sobre os perigos de atravessar a rua sem olhar para os dois lados. Mostre que pedestres e carros tem espaços diferentes para circular e explique a importância de sempre estar atento ao que acontece a volta dele. - Para finalizar, fale das gentilezas. É sempre bom tratar os outros bem sem esperar algo em troca. Enquanto estiver andando de carro com seu filho, fale sobre o trânsito, dê exemplos de gentilezas e mostre a eles o quanto é importante dar passagem, respeitar as leis de trânsito e espalhar gentilezas pelas ruas. Gostaram? Agora vamos esperar os desenhos, pessoal! O resultado sai na quarta feira dia 13 de outubro aqui no blog. Entraremos em contato com o vencedor através do email que ele fornecer pra gente. Não esqueça do endereço para enviarem o desenho: contato@transitomaisgentil.com.br e boa sorte! [post_title] => Concurso Dia das Crianças! [post_excerpt] => Você já ouviu alguém dizendo: Tal pai, tal filho? Pela convivência, talvez os pais não reparem muito nisso, mas é normal que seus filhos os imitem. É assim que as crianças aprendem o que é certo e errado e, por isso, devemos sempre dar um bom exemplo. Educar é algo que leva tempo e paciência, mas nos dá uma grande recompensa no futuro. [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => concurso-dia-das-criancas [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-10-05 19:14:37 [post_modified_gmt] => 2010-10-05 21:14:37 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1147 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 2 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 899 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-08-02 16:28:19 [post_date_gmt] => 2010-08-02 18:28:19 [post_content] =>

Como todos nós sabemos, volta às aulas é sinal de trânsito mais caótico. Por isso, a CET realiza a Operação Volta às Aulas, em que faz o monitoramento das escolas que causam mais impacto no trânsito, auxiliando os pais e os alunos enquanto eles estiverem nas ruas.

Levando em consideração o número de alunos, pais e automóveis, cabe a cada um de nós tomar consciência de como podemos melhorar o trânsito durante a volta às aulas. Além da calma, é preciso tomar alguns cuidados e espalhar gentileza entre todas as pessoas que estiverem estressadas no trânsito.

volta-as-aulas

Nós, do Trânsito + Gentil, podemos sempre ajudar com algumas dicas:

- Não parar em fila dupla. Por mais que a pressa esteja presente, o mais seguro e gentil é não parar em fila dupla. Estacione o carro em um lugar mais distante se for preciso, ou saia mais cedo de casa para não correr o risco de chegar atrasado ao trabalho!

- Fazer o embarque/desembarque próximo às calçadas. É mais seguro para o seu filho e não atrapalha os outros motoristas. Assim como na dica anterior, vale levar um tempinho a mais para desembarcar da maneira correta.

- Reduzir a velocidade perto das escolas. Além de gentil, é bem mais seguro. Onde há crianças por perto é sempre bom reduzir a velocidade, pois nunca se sabe se uma delas, desatenta, vai atravessar a rua sem olhar.

- Respeitar a travessia de pedestres. Isso, além de ser lei, é respeitar os pedestres e facilitar o convívio entre os pedestres e motoristas. Também é preciso educar as crianças para fazerem o uso correto da faixa de pedestres, explicando sua importância no trânsito.

Não podemos nos esquecer que um Trânsito + Gentil começa com nós mesmos. Além do mais as crianças também aprendem com a gente, então tenham muita atenção e boa volta às aulas, cheia de gentilezas no trânsito!

E aí, gostou das dicas? Você pode nos ajudar escrevendo mais dicas nos comentários do nosso post. ;)

Foto by ritabarreto

[post_title] => Trânsito + Gentil na Volta às Aulas [post_excerpt] => Como todos nós sabemos, volta às aulas é sinal de trânsito mais caótico. Por isso, a CET realiza a Operação Volta às Aulas, em que faz o monitoramento das escolas que causam mais impacto no trânsito, auxiliando os pais e os alunos enquanto eles estiverem nas ruas. Levando em consideração o número de alunos, pais e automóveis, cabe a cada um de nós tomar consciência de como podemos melhorar o trânsito durante a volta às aulas. Além da calma, é preciso tomar alguns cuidados e espalhar gentileza entre todas as pessoas que estiverem estressadas no trânsito. [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => transito-gentil-na-volta-as-aulas [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-08-02 16:28:19 [post_modified_gmt] => 2010-08-02 18:28:19 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=899 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 3 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 766 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-05-07 16:09:05 [post_date_gmt] => 2010-05-07 18:09:05 [post_content] =>

Este post é dedicado a todas as mamães que são gentis no trânsito! Se você não tem filhos, envie este link para alguma mamãe que você conhece, pois ele será bem útil. É uma espécie de homenagem e contribuição a todas as mães que dirigem e compartilham o espaço no trânsito com seus filhos.

Preocupados com o conforto e segurança delas e de seus filhos no trânsito, fizemos uma entrevista com Roberto Manzini, comandante do Centro de Pilotagem da Renault, empresa que forma pilotos defensivos ou de competição, com treinamentos específicos para cada tipo de pessoa.

Bolamos algumas perguntas bem interessantes, que respondem a algumas dúvidas freqüentes entre as pessoas sobre o que é certo, ou não, fazer ao volante. A gente espera que, com essas respostas, todas as mães fiquem mais tranqüilas enquanto dirigem, e possam praticar um trânsito mais gentil.

Segue a entrevista:

- É aconselhável dirigir durante a gestação? Como o cinto de segurança deve ser ajustado durante este período?

Na maioria dos casos, não há empecilho. Porém o ajuste do cinto é algo muito específico para cada mulher e cada tipo de gravidez. De qualquer maneira, o aval do responsável médico é fundamental.

- Até quantos meses de gestação é indicado para a mulher dirigir?

Normalmente, até os 06 meses. Mas essa deve ser uma decisão tomada em conjunto com o responsável médico.

- Como podemos orientar as mamães de primeira viagem a transportarem corretamente seu bebê recém-nascido no carro? Pode levar no colo do passageiro?

No colo nunca! Hoje, as boas maternidades instruem os pais sobre como transportar seu filho no carro, e indicam que, já ao sair da maternidade, o casal deve contar com o dispositivo de retenção apropriado (Moisés), colocado no banco traseiro do veículo, ao centro, com a cabeça da criança voltada para o painel e preso pelo cinto de segurança do carro. Caso o equipamento não possua suporte ou calços para cabeça, deve-se improvisar até com fraldas de pano, apoiando a cabeça do bebê nas laterais (têmporas), evitando movimentos bruscos, sempre com cuidado para não sufocar a criança.

- Quais são as idades corretas para o uso do cadeirão?

1. Bebê conforto ou conversível: desde o nascimento até 9 ou 13 Kg, conforme recomendação do fabricante, ou até 1 ano de idade. Deve estar voltado para o vidro traseiro, com leve inclinação, conforme instruções do fabricante, de costas para o movimento, sempre no banco de trás.

2. Cadeira de segurança: de 9 a 18 Kg, o que equivale ao peso de crianças de, aproximadamente, 1 a 4 anos de idade. Deve estar voltada para frente, na posição vertical, no banco de trás.

3. Assento de elevação ou “booster”:  De 18 até 36 Kg, para crianças de, aproximadamente, 4 a 10 anos de idade.

4. No banco traseiro com cinto de três pontos: Acima de 36 Kg e no mínimo 1,45m de altura - aproximadamente 10 anos de idade.

5. No banco traseiro do carro, com cinto de três pontos: Até 10 anos de idade.

- Pode usar cadeirão no banco da frente?

Não, apenas em pick-up. Caso esta tenha air bag duplo, o do passageiro deve ser desligado.

- A partir de que idade a criança pode passar a sentar no banco da frente?

A legislação diz que com 10 anos, mas com 1,45 de altura é o ideal. Ou seja, se a criança tiver 10 anos, mas ainda não atingiu essa altura, o mais indicado é mantê-la no banco traseiro.

- Como manter as crianças entretidas durante o tempo que ficam dentro do carro, para não atrapalhar quem está no volante?

Hoje temos diversas opções, como DVD e Games. Mas, em caso de viagem, sempre respeitando a capacidade cognitiva das crianças, um pouco de geografia ou cultura local ajuda a distrair e, certamente, trará boas lembranças para as crianças.

- É perigoso para as mães dirigir de salto alto, meia calça etc.?

Em nossos cursos práticos, encontramos mulheres que guiam bem com salto alto e outras que não. Mas,  isto é algo muito individual. O importante é utilizar um calçado que se fixe aos pés. Quanto à meia calça, as montadoras têm se preocupado com tecidos dos bancos para que absorvam o suor, sejam fáceis de limpar,  ajudem a fixar o ocupante e também não desfiem meias femininas.

- Existe algum equipamento para auxiliar a mãe durante a direção, ou algum equipamento de segurança específico?

Além, é claro, dos equipamentos de retenção, o que ajuda muito é ter espelho retrovisor interno auxiliar/acessório, principalmente, quando estão somente os dois no veículo. O motorista poderá manter contato visual sem desviar a visão da direção veicular.

- Você tem alguma dica de segurança que não foi citada, mas acha válido falar para as mães no volante?

Sim, sempre usar equipamentos da melhor qualidade e, se for nacional, com selo do IMETRO, sempre prestando atenção aos selos dos órgãos de trânsito ou similar. Não economize, procure os equipamentos que melhor se ajustem ao seu filho e ao seu veículo.

Fixe-o muito bem no banco do carro. Uma dica é apoiar seu peso sobre a cadeira e esticar o cinto. Há muitos casos da cadeira ficar solta sobre o banco, provocando, no mínimo, um desconforto, e podendo causar até cinetose (uma sensação de vertigem e enjôo provocada por movimentos. Conhecida por doença do movimento. O paciente não pode permanecer num veículo em movimento sem ter a sensação vertiginosa acompanhada de náuseas, mal-estar geral e vômitos), além de potencializar o risco.

Use as travas dos cintos para evitar esses movimentos. Boa parte dos veículos possui cintos retráteis,  que são muito positivos para o adulto, mas deixam a cadeira solta.

cinto clipe

Leia o manual do veículo e do equipamento utilizado. Não ler o manual resulta na maioria dos erros praticados.

Os melhores fiscais para conseguirmos um resultado positivo são nossos filhos. Se os ensinarmos a usar equipamentos de proteção assim que iniciarem as frases, serão excelentes fiscais, faça o teste!

Dicas bacanas, né? Com essa entrevista, esperamos ter ajudado muitas mamães! Se você leu o post e gostou, repasse para outra pessoa. Com certeza fará diferença a alguém. Feliz dia das mães!

[post_title] => Feliz dia das Mães! [post_excerpt] => Este post é dedicado a todas as mamães que são gentis no trânsito! Se você não tem filhos, envie este link para alguma mamãe que você conhece, pois ele será bem útil. É uma espécie de homenagem e contribuição a todas as mães que dirigem e compartilham o espaço no trânsito com seus filhos. Preocupados com o conforto e segurança delas e de seus filhos no trânsito, fizemos uma entrevista com Roberto Manzini, comandante do Centro de Pilotagem da Renault, empresa que forma pilotos defensivos ou de competição, com treinamentos específicos para cada tipo de pessoa. [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => feliz-dia-das-maes [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-05-07 16:09:05 [post_modified_gmt] => 2010-05-07 18:09:05 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=766 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 301 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-02-09 12:09:41 [post_date_gmt] => 2010-02-09 14:09:41 [post_content] => Infelizmente, em muitos lugares, o Carnaval é sinônimo de acidentes nas estradas. Apesar das comemorações, muita gente acaba bebendo um pouquinho a mais ou se empolgando além da conta na pista, finalizando a festa de um jeito trágico. Pra que acabar com a alegria do carnaval dessa maneira, se podemos fazer dele uma comemoração onde só guardamos boas recordações? Tá na hora de perceber que nós mesmos podemos mudar isso. Como o Trânsito+Gentil pode contribuir para seu carnaval ser só alegria? Comece colocando em sua mala um dos itens mais importantes da viagem: a GENTILEZA. Lembre-se sempre de ser gentil com o outro, sem esperar nada em troca. É um trabalho de formiguinha, mas quanto mais formiguinhas trabalham, maior fica o formigueiro! Os próximos passos são básicos, vamos fazer uma check list: Revisão no carro Seu carro está “em forma”? Faróis funcionando direitinho, pneus bem calibrados, freios ok e parte elétrica impecável? É bom conferir tudo isso antes de pegar a estrada, assim você garante a tranqüilidade durante a viagem e evita paradas desnecessárias. Alguns cuidados importantes: - Use combustível de confiança e não acelere forte sem necessidade. Lembre-se também de trocar o filtro a cada 10 mil km. - Verifique o nível e troque o óleo e o filtro de acordo com a recomendação do fabricante. - Não dirija com o pé sobre o pedal da embreagem e troque de marcha suavemente. - Na hora da troca, procure pneus com a especificação indicada pelo fabricante, com menos de cinco anos de fabricação - a data é indicada também na lateral, numa seqüência de códigos após a sigla DOT. - Cheque se o carro se mantém na mesma direção, sem puxar para os lados, nas frenagens. - Leve o veículo a um especialista para checar os amortecedores a cada 30 ou 40 mil quilômetros. - Em caso de colisões, troque o cinto de segurança e os airbags. Verifique as condições do sistema retrátil e da trava, do cadarço e se o fecho trava e libera sem problemas. Ferramentas Mesmo se prevenindo com a manutenção, pode acontecer de dar alguma coisinha errada, não é? Então, que tal andar com ferramentas que podem ser úteis na hora daquele aperto? Alguns itens, inclusive, são obrigatórios, como por exemplo, o triângulo sinalizador, o extintor de incêndio e a chave de roda. Mas você também pode ter uma lanterninha, um canivete ou até mesmo um cabo de bateria para chupeta, caso tenha algum imprevisto! Uma bolsinha de primeiros socorros também pode ser muito útil. Outras dicas: - Saiba a localização e confira o estado ou a validade do triângulo, macaco e extintor. - Em caso de pneu furado, pane ou acidente, evite parar em curvas, ligue o pisca alerta, coloque o triângulo de segurança a, pelo menos, 30 metros da traseira do carro. - Quando não for possível a ventilação para desembaçar os vidros, direcione o fluxo de ar ao parabrisa e utilize o desembaçador traseiro. Uma solução caseira, para diminuir embaçamento dos vidros, é passar água misturada com um pouco de detergente ou sabonete líquido, numa mistura que não faça espuma Comes, bebes e outras distrações Se a viagem for longa, uma boa ideia é levar guloseimas, principalmente se você estiver levando crianças no carro. Se elas ficarem inquietas durante a viagem, é só distraí-las com comida. Só cuidado para não dar muito líquido, senão a próxima parada terá que ser no posto para irem ao banheiro! O importante é usar as ferramentas necessárias para distrair e cuidar bem de quem está no carro com você: - DVD/CD player - quando destinados aos ocupantes traseiros, sua instalação deve ser feita atrás do encosto de cabeça. - A melhor localização para um passageiro no banco traseiro é próximo às laterais do carro. Quer mais dicas? Clique aqui e veja um manual mais completo para sua segurança na viagem. Para finalizar, temos algumas dicas da atriz Barbara Paz para contribuir com o Trânsito+Gentil nas estradas, durante este feriado. Ela, que vive uma personagem polêmica na novela, fala aqui como profissional e cidadã . Confira: [post_title] => Lá vem o Carnaval! [post_excerpt] => Infelizmente, em muitos lugares, o Carnaval é sinônimo de acidentes nas estradas. Apesar das comemorações, muita gente acaba bebendo um pouquinho a mais ou se empolgando além da conta na pista, finalizando a festa de um jeito trágico. Pra que acabar com a alegria do carnaval dessa maneira, se podemos fazer dele uma comemoração onde só guardamos boas recordações? Tá na hora de perceber que nós mesmos podemos mudar isso. [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => la-vem-o-carnaval [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-02-09 12:09:41 [post_modified_gmt] => 2010-02-09 14:09:41 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=301 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) ) [post_count] => 7 [current_post] => -1 [in_the_loop] => [post] => WP_Post Object ( [ID] => 3163 [post_author] => 2 [post_date] => 2013-07-26 18:55:26 [post_date_gmt] => 2013-07-26 20:55:26 [post_content] => Por mais itens de segurança que seu veículo apresente, transportar crianças no banco da frente não é recomendável. Segundo a Organização Mundial da Saúde, nove a cada dez acidentes fatais, poderiam ter sido evitados com o uso do equipamento de segurança adequado, como cadeirinhas para bebês e cinto de segurança para as crianças. 80409908 De acordo com o Código de Trânsito, crianças até 10 anos devem ser transportadas no banco de trás do carro. A penalidade para o não cumprimento desta lei é uma infração gravíssima, além dos pontos na carteira de habilitação. Para bebês, é importante que a criança seja acomodada no assento infantil. Consulte o manual do produto para a devida instalação do equipamento no carro. A criança deve ficar de costas para o assento dianteiro, a fim de amortecer o impacto da cabeça caso ocorra uma freada brusca, por exemplo. Para crianças maiores o cinto de segurança deve estar confortável, ou seja, tomando parte do peito e dando a volta na cintura. Este cinto também é conhecido como cinto de três pontos. Por fim, além destes itens, o motorista deve ter um cuidado redobrado ao dirigir transportando crianças, seja no banco de trás ou, quando permitido, no banco da frente. [post_title] => Lugar de criança é no banco de trás! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => lugar-de-crianca-e-no-banco-de-tras [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2013-07-26 18:55:26 [post_modified_gmt] => 2013-07-26 20:55:26 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3163 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [comment_count] => 0 [current_comment] => -1 [found_posts] => 7 [max_num_pages] => 1 [max_num_comment_pages] => 0 [is_single] => [is_preview] => [is_page] => [is_archive] => 1 [is_date] => [is_year] => [is_month] => [is_day] => [is_time] => [is_author] => [is_category] => [is_tag] => 1 [is_tax] => [is_search] => [is_feed] => [is_comment_feed] => [is_trackback] => [is_home] => [is_404] => [is_embed] => [is_paged] => [is_admin] => [is_attachment] => [is_singular] => [is_robots] => [is_posts_page] => [is_post_type_archive] => [query_vars_hash:WP_Query:private] => 9b1282a9f3192277948b89ead2dc748b [query_vars_changed:WP_Query:private] => [thumbnails_cached] => [stopwords:WP_Query:private] => [compat_fields:WP_Query:private] => Array ( [0] => query_vars_hash [1] => query_vars_changed ) [compat_methods:WP_Query:private] => Array ( [0] => init_query_flags [1] => parse_tax_query ) )