Tag Archives: moto

Você acorda cedo, se arruma com pressa, toma um café rápido, junta suas coisas e vai correndo para o trabalho. Essa rotina faz parte das manhãs de muita gente, principalmente das que moram em grandes cidades e, sem perceber, acabam acumulando um estresse totalmente desnecessário.

Trânsito

Trânsito

Um grande problema é quando o estresse de uma pessoa chega à outra, influenciando as pessoas ao seu redor, no trânsito. Pode reparar, basta uma buzinada para que a sinfonia das buzinas comece.

Ainda bem que o processo inverso também acontece. Se você for gentil no trânsito, é bem provável que as pessoas também sejam. Afinal, gentileza gera gentileza, já dizia o poeta.

Por isso, separamos algumas dicas para você manter a calma, ser gentil e passar essa atitude adiante:

Humildade

Saber reconhecer os seus erros com humildade e simplicidade pode evitar várias discussões.

Respeito

Aqui a dica é simples: respeite para ser respeitado!

Paciência

Ter paciência é fundamental para manter a calma, não agir por impulso ou tirar conclusões precipitadas. Pare, respire fundo e tudo vai dar certo.

Educação

Educação é fundamental, e não só no trânsito!

É muito importante que esses gestos sejam colocados em prática. Lembre-se sempre que a rua é publica e o espaço deve ser compartilhado, respeitosamente, entre todas as formas de mobilidade. Assim, o trânsito nas cidades ficará mais gentil.

Quem usa o carro para se deslocar para longas distâncias pode até ter vontade de ser menos dependente do automóvel, mas sabe que é muito difícil colocar essa vontade em prática.

Nem todas as cidades possuem um trânsito fluído e seguro, transporte coletivo que funcione de forma pontual e confortável. Além disso, não podemos ignorar os riscos de nos deslocar de motocicleta ou bike. Por isso, o Trânsito+gentil listou algumas possibilidades que, se você achar viável encaixar em seu dia a dia, podem amenizar o estresse e diminuir o tempo que você passa no trânsito:

Automóvel: (1) se você trabalha na rua e precisa do carro ou moto para se deslocar, tente agregar alguns colegas para oferecer carona. A atitude diminui o trânsito e os seus gastos com gasolina e estacionamento, já que todos podem contribuir. (2) Quando estiver em pleno congestionamento, que tal ouvir uma música legal, alongar o pulso e braços?

Moto: o motociclista precisa dirigir por ele e para os outros, já que muitos veículos possuem os “pontos cegos” que tornam a moto invisível quando olha rapidamente pelos espelhos retrovisores. Esteja sempre atento aos carros e pedestres ao redor.

Transporte público: para quem tem um trabalho mais flexível, uma opção é usar ônibus, metrô ou trem em horários diferenciados (um pouco antes ou depois do grande fluxo de pessoas). Levar uma boa revista ou livro de companhia pode contribuir para que o caminho seja mais gentil e prazeroso.

Bike: carregue, junto da gentileza, os equipamentos de segurança obrigatórios e preste muita atenção a motoristas e pedestres. Sinalize sempre as suas próximas ações. Se não tem uma bicicleta, você pode pegar uma emprestada/alugada nos pontos oferecidos por algumas prefeituras. É o caso da Prefeitura de São Paulo, que instalou postos próximos às estações de metrô.

Mix de meios de transporte: você sabia que algumas prefeituras e governos estaduais se uniram para que você diminua o tempo gasto no trânsito? Isso mesmo. Em São Paulo, por exemplo, é possível fazer parte do caminho de carro, estacionar em um local conveniado ao metrô/trem e pegar uma bike emprestada. Para quem vai utilizar o metrô, há um grande desconto no estacionamento.

A pé: você pode fazer todo o seu percurso a pé ou parte dele em outro transporte. Mas, é importante sempre respeitar a faixa de pedestres e os semáforos (de pedestre e veículos). Fique atento também aos ciclistas, já que alguns podem furar os semáforos das ruas.

E você, tem uma dica bacana para fazer caminhos mais rápidos, seguros e divertidos?

A seta é um dos itens de série mais gentis do seu veículo. E vamos explicar por quê. 😉

Quando usa a seta, você avisa aos carros que estão atrás, aos pedestres que querem atravessar à sua frente e aos ciclistas e motociclistas, que seguem na sua lateral, que você deseja fazer uma conversão ou trocar de faixa.

O uso correto da seta é fundamental para que todas as outras pessoas tomem atitudes seguras nas vias, reduzindo colisões e atropelamentos, além de buzinadas e palavrões.

Dicas para aproveitar ao máximo esse equipamento tão democrático:

Para quem vai de carro: Sinalize a sua conversão ou troca de faixa usando a seta com antecedência. Ao ver outro carro dando seta, mantenha distância, pois pode ser que o motorista tenha alguma dificuldade para concluir a sua conversão.

Para quem está a pé: Prefira as faixas de pedestres com sinal para atravessar ruas e avenidas. Quando não houver, aguarde parar o fluxo de carros e observe a sinalização de seta dos que ainda estão vindo na direção em que deseja atravessar.

Para motociclistas e ciclistas: Mantenha distância dos demais veículos e fique sempre atento à lanterna de seta dos carros.

O Trânsito+gentil está em todos os lugares, até porque nosso maior desejo é propagar a gentileza. Por isso, decidimos pegar uma carona na expedição do motociclista Guga Dias.

Acompanhado de sua esposa Elda e levando muita gentileza na bagagem, Guga partiu no último domingo (31/07) de sua cidade, São Vicente, Litoral Sul de São Paulo, rumo à Machu Picchu, no Peru. Eles irão explorar uma trilha criada pelos Incas que ligava essas duas cidades. Serão 11 mil km em 51 dias resgatando as memórias do “Caminho de Peabiru”.

Preparativos para a partida. Olha a moto do Guga prontinha para seguir viagem com o adesivo do Trânsito+gentil =)

Preparativos para a partida. Olha a moto do Guga prontinha para seguir viagem com o adesivo do Trânsito+gentil =)

Guga e sua esposa passarão por diversas cidades brasileiras. Sairão do país pelo Paraná, passando pelo Paraguai, Bolívia até chegar a Cuzco, no Peru. Na volta, aproveitarão para conhecer as Linhas de Nazca e o Oceano Pacífico, de onde partirão rumo ao Chile e, de lá, atravessarão o Deserto de Atacama, Argentina, até retornar ao Brasil por Foz de Iguaçu (PR).

Deixe uma mensagem gentil para o casal Guga e Elda aqui no comentário e acompanhe essa expedição pelo site do motociclista: https://www.diariodemotocicleta.com.br/.

O Trânsito+gentil apoia essa viagem e não deixará de contar onde está a expedição. Acompanhe com a gente! 😉

Que motocicleta é perigoso, não precisamos nem dizer. Por isso, vamos aproveitar essa data para dar dicas para quem pilota uma moto ou divide o trânsito com elas. É possível ajudar a diminuir esses índices. Veja só:

Equipamentos de segurança | Além do capacete, é importante proteger também os olhos, mãos, pés, tornozelos, joelhos e cotovelos. Mesmo que você não seja um piloto de MotoCross, estes itens ajudam na sua proteção no trânsito caótico. Também use sempre calça e casaco.

Farol aceso dia e noite | Estando a 40 metros de distância, uma motocicleta pode sumir do campo visual do motorista, ‘escondendo-se’ atrás de um objeto pendurado no retrovisor ou um adesivo. Manter o farol da moto aceso ajuda a torná-la mais visível. Roupas e capacete de cores claras também podem ajudar.

Pilote de forma defensiva | A atitude defensiva no trânsito significa dirigir por você e pelos outros, antecipar-se em relação aos erros alheios e demais riscos. Pense que, uma vez envolvido em um acidente, pouco adianta provar que a culpa foi de outra pessoa. Aprenda a antever as imprudências e erros dos outros.

Concentração | Moto deixa o seu piloto mais exposto, é menor em relação aos demais veículos e menos visível: boas justificativas para estar totalmente atento ao trânsito. No motociclismo, se o motorista de um carro comete um erro, a consequência fica para a moto. No entanto, em uma situação de risco, a moto tem poder de responder mais rápido. Tudo depende da atenção de quem a pilota.

Conheça as ameaças mais comuns | É preciso conhecer os riscos deste transporte para evitá-los: 1. fechadas frequentes (atenção redobrada em vias movimentadas); 2. pedestres distraídos (cuidado em ruas onde não há sinalização de pedestres); 3. crianças em áreas escolares (diminua a velocidade nestes locais); 4. animais nas ruas (desvie dos bichinhos), 5. linhas de pipa na rua (instale uma haste metálica protetora no guidão da moto, parecida com uma antena de rádio); entre outros perigos.

Seja – sempre – gentil | A gentileza é uma atitude transformadora. Quando você é, além de atento, gentil, você estimula outros motoristas a agirem da mesma forma.

Estas são somente algumas dicas de atenção. Vale lembrar que é sempre importante seguir as regras de trânsito, como limite de velocidade.

Reconhecimento ao Motociclista Gentil

Se você é um Motociclista Gentil e não tem pontos na sua Carteira de Habilitação, a Porto Seguro tem um presente pra você: o desconto de 5% na contratação/renovação do seguro da sua motocicleta.

Saiba mais: https://www.transitomaisgentil.com.br/desconto-mais-gentil.aspx

__

Participe do Concurso Cultural do Trânsito+gentil e comemore este dia com quem anda de moto levando muita gentileza por aí.

Temos cinco (05) kits compostos por mochila e camiseta do Trânsito+gentil para dar uma forcinha na hora de carregar o que quiser na sua moto. Para participar, crie um texto de até 200 caracteres com o tema “Por que minha moto faz parte da minha vida?” e publique nos comentários deste post do blog do Trânsito+gentil.

Prazo: serão aceitos textos enviados até as 12h de sexta-feira, dia 29/7. Textos enviados via Facebook/Twitter, que mencionem marcas/empresas e que incitem a falta de gentileza no trânsito serão automaticamente desclassificados do concurso cultural.

DSC05010_TMG_mochilaVencedores do Concurso:

Olá, amigos. Já temos os vencedores do Concurso do Dia do Motociclista. Saibam que foram os criativos que ganharam o kit com mochila + camiseta do Trânstio+gentil:

Anthonielli Zorzi: Ser Motociclista é respeitar o próximo, cultivar a amizade e a fraternidade, além de praticar boas ações sempre. Acho que sem essas virtudes, o Motociclista não se completa.

Cléber Chg: Minha moto é meu instrumento para a prática de boas atitudes no trânsito o que, consequentemente, contribui para um trânsito mais gentil e nos transforma em exemplo para os demais condutores!

Everton Rodrigues Santos: Porque dela tiro meu sustento, com ela enfrento chuva e vento, me guia pelas estradas da vida, com segurança e cuidado como uma amiga, sempre pronta a me ajudar!

Karine Murta: Com ela acelero minhas emoções, guio meus sonhos, dou partida a um novo dia, ultrapasso a imprudência e dou passagem à gentileza. Faço o trajeto com segurança e confiança de que eu saí, mas voltarei.

Luiz Fernando Annunziata Trevisan: “Por que quando o ar bate em meu rosto, Eu e ela somos um, em liberdade e inclusão, Somos pássaros, somos chuva, somos vento, Vivemos cada segundo, cada metro, com paixão.”

Entraremos em contato com cada um de você via email. Agradecemos a participação de todos.E fiquem de olho que teremos novos concursos e prêmios. ;D

__

CONCURSO CULTURAL – “Trânsito+gentil Dia do Motociclista”

1. O Concurso Cultural “Trânsito+gentil Dia do Motociclista” é aberto a qualquer pessoa física, residente em território nacional (“Participantes”), exceto aquelas mencionadas no item 12, e visa premiar as 5 (cinco) frases mais criativas enviadas entre 27/07/2011 até às 12h do dia 29/07/2011 que respondam a pergunta ” Por que minha moto faz parte da minha vida?”.

2. O Concurso é válido para pessoas residentes em qualquer estado do território nacional.

3. O Participante deverá se inscrever e postar sua resposta como comentário no blog do Trânsito+gentil no post “27 de julho: Dia do Motociclista”( https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/2011/movimento-transito-mais-gentil/27-de-julho-dia-do-motociclista/)

4. A resposta deve ter, no máximo, 200 caracteres.

5. Os 5 (cinco) autores das melhores respostas, conforme critério estabelecido no item 1 acima, receberá, cada um, 1 (um) kit composto por 1 (uma) mochila e  1 (uma) camiseta do Trânsito+gentil.

6. Cada Participante poderá enviar quantas frases quiser, contudo somente uma frase poderá ser eleita vencedora escolhida pelo comitê. Os comentários enviados, após o término do Concurso Cultural, serão automaticamente descartados.

7. A escolha das respostas vencedoras será iniciada no dia 01/08/2011 por uma Comissão Julgadora formada por funcionários da Porto Seguro Cia de Seguros Gerais ou a ser definida por ela, devendo ser finalizada no dia 04/08/2011. A divulgação dos ganhadores ocorrerá às 12h do dia 05/08/2011. A Comissão Julgadora avaliará e julgará os comentários enviados em conformidade com este regulamento com base na criatividade, originalidade e correção gramatical. Os casos omissos serão decididos pela Comissão Julgadora, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis.

8. A divulgação do nome do Participante vencedor será realizada na página do concurso e via redes sociais do Trânsito+gentil. O Participante vencedor será contatado por e-mail.

9. Se o contato com o Participante vencedor não for possível depois de dois (02) dias após a divulgação do resultado, será cancelada a premiação do Participante não-contatado e a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais concederá a premiação ao Participante classificado imediatamente após o Participante não contatado.

10. O prêmio não poderá ser convertido em dinheiro, transferido para terceiros e nem trocado por outro produto.

11. Os Participantes deste concurso, com o envio das frases em conformidade com este regulamento, declaram serem de sua autoria as frases encaminhadas ao concurso cultural e que as mesmas não constituem plágio, ao mesmo tempo em que cedem e transferem a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais, sem qualquer ônus para esta, a título gratuito e em caráter definitivo, plena e totalmente, todos os direitos autorais sobre o referido texto da resposta, para qualquer tipo de utilização, publicação, reprodução por qualquer meio ou técnica, especialmente na divulgação do resultado deste concurso.

11.1. Os Participantes, desde já, autorizam a utilização do seu nome, sua resposta, sua imagem e/ou som de voz na Internet na mídia existente ou que venha a ser futuramente criada, incluindo, mas não se limitando em filmes, vídeos, fotos, cartazes, anúncios em jornais, revistas e televisão, sem qualquer ônus para a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais e para as agências de publicidade. Os Participantes deste Concurso reconhecem que a utilização pela Porto Seguro Cia de Seguros Gerais dos direitos ora conferidos neste item não garante nenhuma remuneração aos Participantes.

12. Não poderão participar deste Concurso quaisquer pessoas que possuam vínculos empregatícios com a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais seus cônjuges e parentes, bem como pessoas que possuam vínculos empregatícios com empresas por elas controladas, coligadas, ou contratadas, bem como as pessoas que possuam vínculos empregatícios com as demais empresas que, de alguma forma, apóiem a viabilização deste Concurso.

13. Caso frases de conteúdo idêntico sejam enviadas por diferentes participantes, vencerá a frase, caso seja escolhida, que primeiro for recebida pela ferramenta descrita no item 3, desclassificando-se automaticamente o Participante autor da outra resposta, enviada posteriormente.

14. Os Participantes declaram e afirmam ter conhecimento dos termos e condições acima dispostos e, por meio da participação no Concurso, manifestam sua concordância com todos os pontos apresentados acima, de maneira incondicional e irretratável.

15. A simples participação neste concurso de incentivo à criatividade, que não tem por objetivo a formação de cadastro para propaganda ou promoções ou sua comercialização com terceiros, implica no total conhecimento e aceitação irrestrita deste regulamento pelos Participantes. As respostas recebidas, premiadas ou não, não serão devolvidas aos participantes e serão destruídas ao final do concurso.

16. Este concurso tem caráter exclusivamente cultural sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, nem vínculo à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço.

faixa-de-pedestre_olhe

Selecionamos algumas dicas bem simples para você que deseja praticar um Trânsito+gentil, mas ainda não sabe como. Quando você é gentil, os outros
notam e tomam como exemplo a sua atitude. Que tal começar fazendo a sua parte? Vamos lá!

1) Preferências

Do menor para o maior. No trânsito temos essa lógica natural onde o menor em tamanho tem a preferência.
Tamanho: Ônibus > Carro > Moto > Bicicleta > Pedestre.
Preferência: Pedestre > Bicicleta > Moto > Carro > Ônibus.

Portanto, dê preferência a quem é de direito, e que não seja só pela regra, mas sim porque você quer praticar essa gentileza!

2) Mudança de faixa

Você estava dirigindo, se distraiu e vai perder a entrada? Ou não quer entrar no final da fila para fazer a conversão? Não force a passagem lá na frente. Dê
a volta e entre no final da fila. Se você forçar a passagem vai, no mínimo, causar algum constrangimento para a pessoa que estava ali, aguardando na fila de forma correta.
Isso se essa pessoa não estiver predisposta a não lhe deixar passar. Aí a coisa fica feia!
Evite esse conflito e dê a volta para entrar na fila como todos os outros. Você perderá poucos minutos, mas não incomodará ninguém.

3) Disputa por lugar

Pegando o exemplo acima, se um espertinho quiser lhe fechar por conta de ter perdido a entrada ou mesmo porque não quis esperar na fila como você fez, não precisa tentar ensiná-lo à força não o deixando entrar, buzinando, gesticulando ou dando farol alto. Deixe o espertinho entrar e tudo bem. Você não perdeu nada com isso, pode acreditar.

4) A faixa de pedestre

No trânsito, esse é o espaço onde os pedestres atravessam a rua em segurança e não o local onde, se o motorista parar, tomará uma multa. Respeitemos o pedestre por ele merecer esse respeito, e não só porque vai doer no bolso.

5) Travessia de ruas

Se o pedestre tem a faixa, por que atravessar fora dela? Motivos que geralmente são dados: não tem cruzamento ou passarela por perto. Mas andar um pouquinho mais pela segurança e preservação da vida não é uma boa ideia? E além disso ajuda a não surpreender um motorista que vem pela via onde o pedestre vai atravessar fora da faixa. Dessa forma todos ficam mais seguros.

6) Ciclistas

Geralmente, os ciclistas trafegam pela direita. Portanto, olhe no retrovisor quando estiver na faixa da direita para ver se ninguém de bicicleta está passando.

Antes de o carona abrir a porta, certifique-se de que não tem um ciclista em movimento ao seu lado. Uma “porta distraída” se abrindo ou uma parada repentina
pode causar, no mínimo, um grande e desnecessário susto.

7) Motociclistas

Às vezes, os motociclistas passam por entre as faixas dos carros com bastante pressa. Você, no seu carro, van, ônibus ou caminhão, respeite e deixe espaço para que ele passe e também tome cuidado ao mudar de faixa. Respeite o motociclista e dê a preferência. Se estiver pensando em mudar de faixa, tenha certeza de que dará tempo. Na dúvida, deixe com que ele passe primeiro e só depois mude de pista. Não é mais fácil assim?

Essas foram as 7 dicas para um Trânsito+gentil. Mas elas não são as únicas. Você com certeza tem as suas, certo? Então, deixe um comentário com as suas dicas de como praticar um Trânsito+gentil!

Quem mora em São Paulo provavelmente já ouviu falar das novas leis de trânsito que entraram em vigor dia 2 de agosto na Marginal Tietê. São medidas tomadas para diminuir o número de acidentes graves que acontecem na pista. De acordo com a CET, a previsão é que os acidentes diminuam em 40%.

A lei destaca a restrição de circulação de motos na pista expressa da Marginal e também a redução do limite de velocidade de 90 km por hora para 70 km por hora para veículos pesados como ônibus e caminhões.

Por causa do stress do dia a dia, a falta de tempo e a pressa, as pessoas acabam se esquecendo das gentilezas no trânsito e abusando das infrações. É preciso lembrar que mais importante do que chegar na hora a uma reunião, é dirigir com segurança sem ameaçar sua própria vida e a de outros motoristas. Os acidentes são bem mais graves quando acontecem enquanto estamos em velocidade alta.

Você acha que essa medida está sendo eficiente? Deixe sua opinião nos comentários do post. Se você não for de São Paulo, nos conte como os problemas de trânsito são solucionados ou o que vocês acham que poderia melhorar.
O vídeo da campanha feita pela CET para anunciar as novas leis, usou um personagem bem conhecido pelos nossos seguidores gentis que também apoia nossa campanha: o motoboy Jackson Five! (Personagem de Marco Luque)

Vejam que bacana ficou o vídeo:

WP_Query Object
(
    [query] => Array
        (
            [tag] => moto
        )

    [query_vars] => Array
        (
            [tag] => moto
            [error] => 
            [m] => 
            [p] => 0
            [post_parent] => 
            [subpost] => 
            [subpost_id] => 
            [attachment] => 
            [attachment_id] => 0
            [name] => 
            [static] => 
            [pagename] => 
            [page_id] => 0
            [second] => 
            [minute] => 
            [hour] => 
            [day] => 0
            [monthnum] => 0
            [year] => 0
            [w] => 0
            [category_name] => 
            [cat] => 
            [tag_id] => 367
            [author] => 
            [author_name] => 
            [feed] => 
            [tb] => 
            [paged] => 0
            [meta_key] => 
            [meta_value] => 
            [preview] => 
            [s] => 
            [sentence] => 
            [title] => 
            [fields] => 
            [menu_order] => 
            [embed] => 
            [category__in] => Array
                (
                )

            [category__not_in] => Array
                (
                )

            [category__and] => Array
                (
                )

            [post__in] => Array
                (
                )

            [post__not_in] => Array
                (
                )

            [post_name__in] => Array
                (
                )

            [tag__in] => Array
                (
                )

            [tag__not_in] => Array
                (
                )

            [tag__and] => Array
                (
                )

            [tag_slug__in] => Array
                (
                    [0] => moto
                )

            [tag_slug__and] => Array
                (
                )

            [post_parent__in] => Array
                (
                )

            [post_parent__not_in] => Array
                (
                )

            [author__in] => Array
                (
                )

            [author__not_in] => Array
                (
                )

            [ignore_sticky_posts] => 
            [suppress_filters] => 
            [cache_results] => 1
            [update_post_term_cache] => 1
            [lazy_load_term_meta] => 1
            [update_post_meta_cache] => 1
            [post_type] => 
            [posts_per_page] => 10
            [nopaging] => 
            [comments_per_page] => 50
            [no_found_rows] => 
            [order] => DESC
        )

    [tax_query] => WP_Tax_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                    [0] => Array
                        (
                            [taxonomy] => post_tag
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => moto
                                )

                            [field] => slug
                            [operator] => IN
                            [include_children] => 1
                        )

                )

            [relation] => AND
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                    [0] => t_g_term_relationships
                )

            [queried_terms] => Array
                (
                    [post_tag] => Array
                        (
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => moto
                                )

                            [field] => slug
                        )

                )

            [primary_table] => t_g_posts
            [primary_id_column] => ID
        )

    [meta_query] => WP_Meta_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                )

            [relation] => 
            [meta_table] => 
            [meta_id_column] => 
            [primary_table] => 
            [primary_id_column] => 
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                )

            [clauses:protected] => Array
                (
                )

            [has_or_relation:protected] => 
        )

    [date_query] => 
    [queried_object] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 367
            [name] => moto
            [slug] => moto
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 367
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 7
            [filter] => raw
        )

    [queried_object_id] => 367
    [request] => SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS  t_g_posts.ID FROM t_g_posts  LEFT JOIN t_g_term_relationships ON (t_g_posts.ID = t_g_term_relationships.object_id) WHERE 1=1  AND ( 
  t_g_term_relationships.term_taxonomy_id IN (367)
) AND t_g_posts.post_type = 'post' AND (t_g_posts.post_status = 'publish') GROUP BY t_g_posts.ID ORDER BY t_g_posts.post_date DESC LIMIT 0, 10
    [posts] => Array
        (
            [0] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 3139
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2013-06-18 11:48:17
                    [post_date_gmt] => 2013-06-18 13:48:17
                    [post_content] => Você acorda cedo, se arruma com pressa, toma um café rápido, junta suas coisas e vai correndo para o trabalho. Essa rotina faz parte das manhãs de muita gente, principalmente das que moram em grandes cidades e, sem perceber, acabam acumulando um estresse totalmente desnecessário.

[caption id="attachment_3140" align="aligncenter" width="300" caption="Trânsito"]Trânsito[/caption]

Um grande problema é quando o estresse de uma pessoa chega à outra, influenciando as pessoas ao seu redor, no trânsito. Pode reparar, basta uma buzinada para que a sinfonia das buzinas comece.

Ainda bem que o processo inverso também acontece. Se você for gentil no trânsito, é bem provável que as pessoas também sejam. Afinal, gentileza gera gentileza, já dizia o poeta.

Por isso, separamos algumas dicas para você manter a calma, ser gentil e passar essa atitude adiante:

Humildade

Saber reconhecer os seus erros com humildade e simplicidade pode evitar várias discussões.

Respeito

Aqui a dica é simples: respeite para ser respeitado!

Paciência

Ter paciência é fundamental para manter a calma, não agir por impulso ou tirar conclusões precipitadas. Pare, respire fundo e tudo vai dar certo.

Educação

Educação é fundamental, e não só no trânsito!

É muito importante que esses gestos sejam colocados em prática. Lembre-se sempre que a rua é publica e o espaço deve ser compartilhado, respeitosamente, entre todas as formas de mobilidade. Assim, o trânsito nas cidades ficará mais gentil.
                    [post_title] => Gentileza gera gentileza, até no trânsito.
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => gentileza-gera-gentileza-ate-no-transito
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2013-06-18 11:48:17
                    [post_modified_gmt] => 2013-06-18 13:48:17
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3139
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 1
                    [filter] => raw
                )

            [1] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2343
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-09-14 12:26:53
                    [post_date_gmt] => 2011-09-14 14:26:53
                    [post_content] => Quem usa o carro para se deslocar para longas distâncias pode até ter vontade de ser menos dependente do automóvel, mas sabe que é muito difícil colocar essa vontade em prática.

Nem todas as cidades possuem um trânsito fluído e seguro, transporte coletivo que funcione de forma pontual e confortável. Além disso, não podemos ignorar os riscos de nos deslocar de motocicleta ou bike. Por isso, o Trânsito+gentil listou algumas possibilidades que, se você achar viável encaixar em seu dia a dia, podem amenizar o estresse e diminuir o tempo que você passa no trânsito:

Automóvel: (1) se você trabalha na rua e precisa do carro ou moto para se deslocar, tente agregar alguns colegas para oferecer carona. A atitude diminui o trânsito e os seus gastos com gasolina e estacionamento, já que todos podem contribuir. (2) Quando estiver em pleno congestionamento, que tal ouvir uma música legal, alongar o pulso e braços?

Moto: o motociclista precisa dirigir por ele e para os outros, já que muitos veículos possuem os “pontos cegos” que tornam a moto invisível quando olha rapidamente pelos espelhos retrovisores. Esteja sempre atento aos carros e pedestres ao redor.

Transporte público: para quem tem um trabalho mais flexível, uma opção é usar ônibus, metrô ou trem em horários diferenciados (um pouco antes ou depois do grande fluxo de pessoas). Levar uma boa revista ou livro de companhia pode contribuir para que o caminho seja mais gentil e prazeroso.

Bike: carregue, junto da gentileza, os equipamentos de segurança obrigatórios e preste muita atenção a motoristas e pedestres. Sinalize sempre as suas próximas ações. Se não tem uma bicicleta, você pode pegar uma emprestada/alugada nos pontos oferecidos por algumas prefeituras. É o caso da Prefeitura de São Paulo, que instalou postos próximos às estações de metrô.

Mix de meios de transporte: você sabia que algumas prefeituras e governos estaduais se uniram para que você diminua o tempo gasto no trânsito? Isso mesmo. Em São Paulo, por exemplo, é possível fazer parte do caminho de carro, estacionar em um local conveniado ao metrô/trem e pegar uma bike emprestada. Para quem vai utilizar o metrô, há um grande desconto no estacionamento.

A pé: você pode fazer todo o seu percurso a pé ou parte dele em outro transporte. Mas, é importante sempre respeitar a faixa de pedestres e os semáforos (de pedestre e veículos). Fique atento também aos ciclistas, já que alguns podem furar os semáforos das ruas.

E você, tem uma dica bacana para fazer caminhos mais rápidos, seguros e divertidos?
                    [post_title] => Meu amigo inseparável, o carro
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => meu-amigo-inseparavel-o-carro
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2011-09-14 12:26:53
                    [post_modified_gmt] => 2011-09-14 14:26:53
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2343
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 3
                    [filter] => raw
                )

            [2] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2278
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-08-29 14:50:44
                    [post_date_gmt] => 2011-08-29 16:50:44
                    [post_content] => A seta é um dos itens de série mais gentis do seu veículo. E vamos explicar por quê. ;)

Quando usa a seta, você avisa aos carros que estão atrás, aos pedestres que querem atravessar à sua frente e aos ciclistas e motociclistas, que seguem na sua lateral, que você deseja fazer uma conversão ou trocar de faixa.

O uso correto da seta é fundamental para que todas as outras pessoas tomem atitudes seguras nas vias, reduzindo colisões e atropelamentos, além de buzinadas e palavrões.

Dicas para aproveitar ao máximo esse equipamento tão democrático:

Para quem vai de carro: Sinalize a sua conversão ou troca de faixa usando a seta com antecedência. Ao ver outro carro dando seta, mantenha distância, pois pode ser que o motorista tenha alguma dificuldade para concluir a sua conversão.

Para quem está a pé: Prefira as faixas de pedestres com sinal para atravessar ruas e avenidas. Quando não houver, aguarde parar o fluxo de carros e observe a sinalização de seta dos que ainda estão vindo na direção em que deseja atravessar.

Para motociclistas e ciclistas: Mantenha distância dos demais veículos e fique sempre atento à lanterna de seta dos carros.
                    [post_title] => Seta, um equipamento gentil
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => seta-um-equipamento-gentil
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2011-08-29 14:50:44
                    [post_modified_gmt] => 2011-08-29 16:50:44
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2278
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 0
                    [filter] => raw
                )

            [3] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2236
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-08-16 14:34:19
                    [post_date_gmt] => 2011-08-16 16:34:19
                    [post_content] => O Trânsito+gentil está em todos os lugares, até porque nosso maior desejo é propagar a gentileza. Por isso, decidimos pegar uma carona na expedição do motociclista Guga Dias.

Acompanhado de sua esposa Elda e levando muita gentileza na bagagem, Guga partiu no último domingo (31/07) de sua cidade, São Vicente, Litoral Sul de São Paulo, rumo à Machu Picchu, no Peru. Eles irão explorar uma trilha criada pelos Incas que ligava essas duas cidades. Serão 11 mil km em 51 dias resgatando as memórias do “Caminho de Peabiru”.



[caption id="attachment_2237" align="alignleft" width="300" caption="Preparativos para a partida. Olha a moto do Guga prontinha para seguir viagem com o adesivo do Trânsito+gentil =)"]Preparativos para a partida. Olha a moto do Guga prontinha para seguir viagem com o adesivo do Trânsito+gentil =)[/caption]



Guga e sua esposa passarão por diversas cidades brasileiras. Sairão do país pelo Paraná, passando pelo Paraguai, Bolívia até chegar a Cuzco, no Peru. Na volta, aproveitarão para conhecer as Linhas de Nazca e o Oceano Pacífico, de onde partirão rumo ao Chile e, de lá, atravessarão o Deserto de Atacama, Argentina, até retornar ao Brasil por Foz de Iguaçu (PR).

Deixe uma mensagem gentil para o casal Guga e Elda aqui no comentário e acompanhe essa expedição pelo site do motociclista: https://www.diariodemotocicleta.com.br/. 

O Trânsito+gentil apoia essa viagem e não deixará de contar onde está a expedição. Acompanhe com a gente! ;)
                    [post_title] => Diário de Motocicleta : gentileza em duas rodas
                    [post_excerpt] => 
                    [post_status] => publish
                    [comment_status] => open
                    [ping_status] => open
                    [post_password] => 
                    [post_name] => diario-de-motocicleta-gentileza-em-duas-rodas
                    [to_ping] => 
                    [pinged] => 
                    [post_modified] => 2011-08-16 14:34:19
                    [post_modified_gmt] => 2011-08-16 16:34:19
                    [post_content_filtered] => 
                    [post_parent] => 0
                    [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2236
                    [menu_order] => 0
                    [post_type] => post
                    [post_mime_type] => 
                    [comment_count] => 0
                    [filter] => raw
                )

            [4] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2084
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-07-27 11:50:44
                    [post_date_gmt] => 2011-07-27 13:50:44
                    [post_content] => Que motocicleta é perigoso, não precisamos nem dizer. Por isso, vamos aproveitar essa data para dar dicas para quem pilota uma moto ou divide o trânsito com elas. É possível ajudar a diminuir esses índices. Veja só:

Equipamentos de segurança | Além do capacete, é importante proteger também os olhos, mãos, pés, tornozelos, joelhos e cotovelos. Mesmo que você não seja um piloto de MotoCross, estes itens ajudam na sua proteção no trânsito caótico. Também use sempre calça e casaco.

Farol aceso dia e noite | Estando a 40 metros de distância, uma motocicleta pode sumir do campo visual do motorista, ‘escondendo-se’ atrás de um objeto pendurado no retrovisor ou um adesivo. Manter o farol da moto aceso ajuda a torná-la mais visível. Roupas e capacete de cores claras também podem ajudar.

Pilote de forma defensiva | A atitude defensiva no trânsito significa dirigir por você e pelos outros, antecipar-se em relação aos erros alheios e demais riscos. Pense que, uma vez envolvido em um acidente, pouco adianta provar que a culpa foi de outra pessoa. Aprenda a antever as imprudências e erros dos outros.

Concentração | Moto deixa o seu piloto mais exposto, é menor em relação aos demais veículos e menos visível: boas justificativas para estar totalmente atento ao trânsito. No motociclismo, se o motorista de um carro comete um erro, a consequência fica para a moto. No entanto, em uma situação de risco, a moto tem poder de responder mais rápido. Tudo depende da atenção de quem a pilota.

Conheça as ameaças mais comuns | É preciso conhecer os riscos deste transporte para evitá-los: 1. fechadas frequentes (atenção redobrada em vias movimentadas); 2. pedestres distraídos (cuidado em ruas onde não há sinalização de pedestres); 3. crianças em áreas escolares (diminua a velocidade nestes locais); 4. animais nas ruas (desvie dos bichinhos), 5. linhas de pipa na rua (instale uma haste metálica protetora no guidão da moto, parecida com uma antena de rádio); entre outros perigos.

Seja – sempre – gentil | A gentileza é uma atitude transformadora. Quando você é, além de atento, gentil, você estimula outros motoristas a agirem da mesma forma.

Estas são somente algumas dicas de atenção. Vale lembrar que é sempre importante seguir as regras de trânsito, como limite de velocidade.

Reconhecimento ao Motociclista Gentil

Se você é um Motociclista Gentil e não tem pontos na sua Carteira de Habilitação, a Porto Seguro tem um presente pra você: o desconto de 5% na contratação/renovação do seguro da sua motocicleta.

Saiba mais: https://www.transitomaisgentil.com.br/desconto-mais-gentil.aspx

__

Participe do Concurso Cultural do Trânsito+gentil e comemore este dia com quem anda de moto levando muita gentileza por aí.

Temos cinco (05) kits compostos por mochila e camiseta do Trânsito+gentil para dar uma forcinha na hora de carregar o que quiser na sua moto. Para participar, crie um texto de até 200 caracteres com o tema "Por que minha moto faz parte da minha vida?" e publique nos comentários deste post do blog do Trânsito+gentil.

Prazo: serão aceitos textos enviados até as 12h de sexta-feira, dia 29/7. Textos enviados via Facebook/Twitter, que mencionem marcas/empresas e que incitem a falta de gentileza no trânsito serão automaticamente desclassificados do concurso cultural.

DSC05010_TMG_mochilaVencedores do Concurso: 

Olá, amigos. Já temos os vencedores do Concurso do Dia do Motociclista. Saibam que foram os criativos que ganharam o kit com mochila + camiseta do Trânstio+gentil:

 Anthonielli Zorzi: Ser Motociclista é respeitar o próximo, cultivar a amizade e a fraternidade, além de praticar boas ações sempre. Acho que sem essas virtudes, o Motociclista não se completa.

Cléber Chg: Minha moto é meu instrumento para a prática de boas atitudes no trânsito o que, consequentemente, contribui para um trânsito mais gentil e nos transforma em exemplo para os demais condutores!

Everton Rodrigues Santos: Porque dela tiro meu sustento, com ela enfrento chuva e vento, me guia pelas estradas da vida, com segurança e cuidado como uma amiga, sempre pronta a me ajudar!

Karine Murta: Com ela acelero minhas emoções, guio meus sonhos, dou partida a um novo dia, ultrapasso a imprudência e dou passagem à gentileza. Faço o trajeto com segurança e confiança de que eu saí, mas voltarei.

Luiz Fernando Annunziata Trevisan: "Por que quando o ar bate em meu rosto, Eu e ela somos um, em liberdade e inclusão, Somos pássaros, somos chuva, somos vento, Vivemos cada segundo, cada metro, com paixão."

Entraremos em contato com cada um de você via email. Agradecemos a participação de todos.E fiquem de olho que teremos novos concursos e prêmios. ;D

__

CONCURSO CULTURAL – “Trânsito+gentil Dia do Motociclista”

1. O Concurso Cultural "Trânsito+gentil Dia do Motociclista" é aberto a qualquer pessoa física, residente em território nacional ("Participantes"), exceto aquelas mencionadas no item 12, e visa premiar as 5 (cinco) frases mais criativas enviadas entre 27/07/2011 até às 12h do dia 29/07/2011 que respondam a pergunta " Por que minha moto faz parte da minha vida?".

2. O Concurso é válido para pessoas residentes em qualquer estado do território nacional.

3. O Participante deverá se inscrever e postar sua resposta como comentário no blog do Trânsito+gentil no post “27 de julho: Dia do Motociclista”( https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/2011/movimento-transito-mais-gentil/27-de-julho-dia-do-motociclista/)

4. A resposta deve ter, no máximo, 200 caracteres.

5. Os 5 (cinco) autores das melhores respostas, conforme critério estabelecido no item 1 acima, receberá, cada um, 1 (um) kit composto por 1 (uma) mochila e  1 (uma) camiseta do Trânsito+gentil.

6. Cada Participante poderá enviar quantas frases quiser, contudo somente uma frase poderá ser eleita vencedora escolhida pelo comitê. Os comentários enviados, após o término do Concurso Cultural, serão automaticamente descartados.

7. A escolha das respostas vencedoras será iniciada no dia 01/08/2011 por uma Comissão Julgadora formada por funcionários da Porto Seguro Cia de Seguros Gerais ou a ser definida por ela, devendo ser finalizada no dia 04/08/2011. A divulgação dos ganhadores ocorrerá às 12h do dia 05/08/2011. A Comissão Julgadora avaliará e julgará os comentários enviados em conformidade com este regulamento com base na criatividade, originalidade e correção gramatical. Os casos omissos serão decididos pela Comissão Julgadora, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis.

8. A divulgação do nome do Participante vencedor será realizada na página do concurso e via redes sociais do Trânsito+gentil. O Participante vencedor será contatado por e-mail.

9. Se o contato com o Participante vencedor não for possível depois de dois (02) dias após a divulgação do resultado, será cancelada a premiação do Participante não-contatado e a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais concederá a premiação ao Participante classificado imediatamente após o Participante não contatado.

10. O prêmio não poderá ser convertido em dinheiro, transferido para terceiros e nem trocado por outro produto.

11. Os Participantes deste concurso, com o envio das frases em conformidade com este regulamento, declaram serem de sua autoria as frases encaminhadas ao concurso cultural e que as mesmas não constituem plágio, ao mesmo tempo em que cedem e transferem a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais, sem qualquer ônus para esta, a título gratuito e em caráter definitivo, plena e totalmente, todos os direitos autorais sobre o referido texto da resposta, para qualquer tipo de utilização, publicação, reprodução por qualquer meio ou técnica, especialmente na divulgação do resultado deste concurso.

11.1. Os Participantes, desde já, autorizam a utilização do seu nome, sua resposta, sua imagem e/ou som de voz na Internet na mídia existente ou que venha a ser futuramente criada, incluindo, mas não se limitando em filmes, vídeos, fotos, cartazes, anúncios em jornais, revistas e televisão, sem qualquer ônus para a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais e para as agências de publicidade. Os Participantes deste Concurso reconhecem que a utilização pela Porto Seguro Cia de Seguros Gerais dos direitos ora conferidos neste item não garante nenhuma remuneração aos Participantes.

12. Não poderão participar deste Concurso quaisquer pessoas que possuam vínculos empregatícios com a Porto Seguro Cia de Seguros Gerais seus cônjuges e parentes, bem como pessoas que possuam vínculos empregatícios com empresas por elas controladas, coligadas, ou contratadas, bem como as pessoas que possuam vínculos empregatícios com as demais empresas que, de alguma forma, apóiem a viabilização deste Concurso.

13. Caso frases de conteúdo idêntico sejam enviadas por diferentes participantes, vencerá a frase, caso seja escolhida, que primeiro for recebida pela ferramenta descrita no item 3, desclassificando-se automaticamente o Participante autor da outra resposta, enviada posteriormente.

14. Os Participantes declaram e afirmam ter conhecimento dos termos e condições acima dispostos e, por meio da participação no Concurso, manifestam sua concordância com todos os pontos apresentados acima, de maneira incondicional e irretratável.

15. A simples participação neste concurso de incentivo à criatividade, que não tem por objetivo a formação de cadastro para propaganda ou promoções ou sua comercialização com terceiros, implica no total conhecimento e aceitação irrestrita deste regulamento pelos Participantes. As respostas recebidas, premiadas ou não, não serão devolvidas aos participantes e serão destruídas ao final do concurso.

16. Este concurso tem caráter exclusivamente cultural sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, nem vínculo à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço.

[post_title] => 27 de julho: Dia do Motociclista [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => 27-de-julho-dia-do-motociclista [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-27 11:50:44 [post_modified_gmt] => 2011-07-27 13:50:44 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2084 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 82 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 1718 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-05-18 11:59:53 [post_date_gmt] => 2011-05-18 13:59:53 [post_content] => faixa-de-pedestre_olhe Selecionamos algumas dicas bem simples para você que deseja praticar um Trânsito+gentil, mas ainda não sabe como. Quando você é gentil, os outros notam e tomam como exemplo a sua atitude. Que tal começar fazendo a sua parte? Vamos lá!
1) Preferências Do menor para o maior. No trânsito temos essa lógica natural onde o menor em tamanho tem a preferência. Tamanho: Ônibus > Carro > Moto > Bicicleta > Pedestre. Preferência: Pedestre > Bicicleta > Moto > Carro > Ônibus. Portanto, dê preferência a quem é de direito, e que não seja só pela regra, mas sim porque você quer praticar essa gentileza!
2) Mudança de faixa Você estava dirigindo, se distraiu e vai perder a entrada? Ou não quer entrar no final da fila para fazer a conversão? Não force a passagem lá na frente. Dê a volta e entre no final da fila. Se você forçar a passagem vai, no mínimo, causar algum constrangimento para a pessoa que estava ali, aguardando na fila de forma correta. Isso se essa pessoa não estiver predisposta a não lhe deixar passar. Aí a coisa fica feia! Evite esse conflito e dê a volta para entrar na fila como todos os outros. Você perderá poucos minutos, mas não incomodará ninguém.
3) Disputa por lugar Pegando o exemplo acima, se um espertinho quiser lhe fechar por conta de ter perdido a entrada ou mesmo porque não quis esperar na fila como você fez, não precisa tentar ensiná-lo à força não o deixando entrar, buzinando, gesticulando ou dando farol alto. Deixe o espertinho entrar e tudo bem. Você não perdeu nada com isso, pode acreditar.
4) A faixa de pedestre No trânsito, esse é o espaço onde os pedestres atravessam a rua em segurança e não o local onde, se o motorista parar, tomará uma multa. Respeitemos o pedestre por ele merecer esse respeito, e não só porque vai doer no bolso.
5) Travessia de ruas Se o pedestre tem a faixa, por que atravessar fora dela? Motivos que geralmente são dados: não tem cruzamento ou passarela por perto. Mas andar um pouquinho mais pela segurança e preservação da vida não é uma boa ideia? E além disso ajuda a não surpreender um motorista que vem pela via onde o pedestre vai atravessar fora da faixa. Dessa forma todos ficam mais seguros.
6) Ciclistas Geralmente, os ciclistas trafegam pela direita. Portanto, olhe no retrovisor quando estiver na faixa da direita para ver se ninguém de bicicleta está passando. Antes de o carona abrir a porta, certifique-se de que não tem um ciclista em movimento ao seu lado. Uma “porta distraída” se abrindo ou uma parada repentina pode causar, no mínimo, um grande e desnecessário susto.
7) Motociclistas Às vezes, os motociclistas passam por entre as faixas dos carros com bastante pressa. Você, no seu carro, van, ônibus ou caminhão, respeite e deixe espaço para que ele passe e também tome cuidado ao mudar de faixa. Respeite o motociclista e dê a preferência. Se estiver pensando em mudar de faixa, tenha certeza de que dará tempo. Na dúvida, deixe com que ele passe primeiro e só depois mude de pista. Não é mais fácil assim?
Essas foram as 7 dicas para um Trânsito+gentil. Mas elas não são as únicas. Você com certeza tem as suas, certo? Então, deixe um comentário com as suas dicas de como praticar um Trânsito+gentil! [post_title] => 7 dicas para praticar um Trânsito+gentil [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => 7-dicas-para-praticar-um-transitogentil [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-05-18 11:59:53 [post_modified_gmt] => 2011-05-18 13:59:53 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1718 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 10 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 1056 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-09-09 14:59:25 [post_date_gmt] => 2010-09-09 16:59:25 [post_content] => Quem mora em São Paulo provavelmente já ouviu falar das novas leis de trânsito que entraram em vigor dia 2 de agosto na Marginal Tietê. São medidas tomadas para diminuir o número de acidentes graves que acontecem na pista. De acordo com a CET, a previsão é que os acidentes diminuam em 40%. A lei destaca a restrição de circulação de motos na pista expressa da Marginal e também a redução do limite de velocidade de 90 km por hora para 70 km por hora para veículos pesados como ônibus e caminhões. Por causa do stress do dia a dia, a falta de tempo e a pressa, as pessoas acabam se esquecendo das gentilezas no trânsito e abusando das infrações. É preciso lembrar que mais importante do que chegar na hora a uma reunião, é dirigir com segurança sem ameaçar sua própria vida e a de outros motoristas. Os acidentes são bem mais graves quando acontecem enquanto estamos em velocidade alta. Você acha que essa medida está sendo eficiente? Deixe sua opinião nos comentários do post. Se você não for de São Paulo, nos conte como os problemas de trânsito são solucionados ou o que vocês acham que poderia melhorar. O vídeo da campanha feita pela CET para anunciar as novas leis, usou um personagem bem conhecido pelos nossos seguidores gentis que também apoia nossa campanha: o motoboy Jackson Five! (Personagem de Marco Luque) Vejam que bacana ficou o vídeo: [post_title] => Novas leis na Marginal Tietê [post_excerpt] => Quem mora em São Paulo provavelmente já ouviu falar das novas leis de trânsito que entraram em vigor dia 2 de agosto na Marginal Tietê. São medidas tomadas para diminuir o número de acidentes graves que acontecem na pista. De acordo com a CET, a previsão é que os acidentes diminuam em 40%. [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => novas-leis-na-marginal-tiete [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-09-09 14:59:25 [post_modified_gmt] => 2010-09-09 16:59:25 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1056 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 2 [filter] => raw ) ) [post_count] => 7 [current_post] => -1 [in_the_loop] => [post] => WP_Post Object ( [ID] => 3139 [post_author] => 2 [post_date] => 2013-06-18 11:48:17 [post_date_gmt] => 2013-06-18 13:48:17 [post_content] => Você acorda cedo, se arruma com pressa, toma um café rápido, junta suas coisas e vai correndo para o trabalho. Essa rotina faz parte das manhãs de muita gente, principalmente das que moram em grandes cidades e, sem perceber, acabam acumulando um estresse totalmente desnecessário. [caption id="attachment_3140" align="aligncenter" width="300" caption="Trânsito"]Trânsito[/caption] Um grande problema é quando o estresse de uma pessoa chega à outra, influenciando as pessoas ao seu redor, no trânsito. Pode reparar, basta uma buzinada para que a sinfonia das buzinas comece. Ainda bem que o processo inverso também acontece. Se você for gentil no trânsito, é bem provável que as pessoas também sejam. Afinal, gentileza gera gentileza, já dizia o poeta. Por isso, separamos algumas dicas para você manter a calma, ser gentil e passar essa atitude adiante: Humildade Saber reconhecer os seus erros com humildade e simplicidade pode evitar várias discussões. Respeito Aqui a dica é simples: respeite para ser respeitado! Paciência Ter paciência é fundamental para manter a calma, não agir por impulso ou tirar conclusões precipitadas. Pare, respire fundo e tudo vai dar certo. Educação Educação é fundamental, e não só no trânsito! É muito importante que esses gestos sejam colocados em prática. Lembre-se sempre que a rua é publica e o espaço deve ser compartilhado, respeitosamente, entre todas as formas de mobilidade. Assim, o trânsito nas cidades ficará mais gentil. [post_title] => Gentileza gera gentileza, até no trânsito. [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => gentileza-gera-gentileza-ate-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2013-06-18 11:48:17 [post_modified_gmt] => 2013-06-18 13:48:17 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3139 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 1 [filter] => raw ) [comment_count] => 0 [current_comment] => -1 [found_posts] => 7 [max_num_pages] => 1 [max_num_comment_pages] => 0 [is_single] => [is_preview] => [is_page] => [is_archive] => 1 [is_date] => [is_year] => [is_month] => [is_day] => [is_time] => [is_author] => [is_category] => [is_tag] => 1 [is_tax] => [is_search] => [is_feed] => [is_comment_feed] => [is_trackback] => [is_home] => [is_404] => [is_embed] => [is_paged] => [is_admin] => [is_attachment] => [is_singular] => [is_robots] => [is_posts_page] => [is_post_type_archive] => [query_vars_hash:WP_Query:private] => 0505d35bff9bb8fa6749486686744c01 [query_vars_changed:WP_Query:private] => [thumbnails_cached] => [stopwords:WP_Query:private] => [compat_fields:WP_Query:private] => Array ( [0] => query_vars_hash [1] => query_vars_changed ) [compat_methods:WP_Query:private] => Array ( [0] => init_query_flags [1] => parse_tax_query ) )