Tag Archives: rua

Você sabia que em países mega populosos (como a Índia) os carros têm que dividir as ruas com ciclistas, pedestres, cachorros, cavalos e até elefantes? Pois saiba que é verdade! E isso acontece devido à falta de calçadas, guias e escassa sinalização de trânsito.

Quem acompanha os nossos canais nas redes sociais pôde assistir, há algumas semanas, este vídeo onde se pode ver claramente a situação caoticamente organizada do trânsito em um dia normal na cidade de Vadodara: https://gentil.vc/6r

Por outro lado, contrastando completamente com a situação dos países asiáticos, na Suíça, o trânsito é tão bem organizado que os condutores chegam a parar diante de faixas de pedestre vazias – tudo pelo respeito à sinalização. Enquanto isso, São Paulo tem o 6º trânsito mais desgastante do mundo (de acordo com estudos internacionais divulgados na Conferência Internacional de Trânsito da Europa), seguido de perto por Nova Déli.

Muitas vezes, uma discussão mais acalorada entre condutores termina em violência. “Em cidades grandes, muitos motoristas já saem de casa prontos para atacar ou se defender.” – trecho do livro “Por Que Dirigimos Assim?”, do jornalista americano Tom Vanderbilt.

Fiscalizações e multas, muitas vezes, não são suficientes para reeducar quem já tem os seus vícios de direção. Não há leis que ensinem às pessoas os valores da gentileza, do respeito e da cordialidade.  É com a família que aprendemos a ser educados – e nosso comportamento como motoristas reflete o que aprendemos ao longo da vida.

E você, faz a sua parte? Como repassa os valores de gentileza na vida e no trânsito para os seus filhos? Comente e compartilhe suas experiências com a gente! 😀

Em altas velocidades, uma falha na gentileza pode resultar em colisão. Por isso, em estradas e rodovias, é necessário o máximo de atenção e gentileza para se fazer uma viagem tranquila.

E a gentileza precisa estar sempre com o motorista. Na hora de trocar de faixas, por exemplo, você não pode se esquecer de sinalizar com a seta e respeitar a distância entre os demais carros. Os passageiros do veículo também devem ser gentis: nada de atirar lixo pela janela ou distrair o motorista.

E, para não errar na marcha, o Trânsito+gentil listou três regrinhas necessárias, mas que muitos motoristas desconhecem.

Velocidade: independente da faixa, o limite de velocidade deve ser respeitado em todas elas. Engana-se quem acredita que a faixa da esquerda é reservada para que os apressadinhos ultrapassem o limite. Ela só é reservada para quem anda perto da velocidade máxima permitida.
Diferentes pesos: algumas rodovias indicam velocidades diferentes para veículos de tamanhos diferentes, geralmente a divisão é feita entre carros e caminhos/ônibus/micro-ônibus.
Acostamento: não pode ser usado quando em movimento, é um local para estacionar (desde que sinalizando com o pisca alerta) em caso de emergência.

E você, tem alguma dica gentil? Compartilhe com a gente!

Você está em seu carro, tranquilamente, pela cidade e ouvindo uma música legal. E, como a fome não tem hora pra chegar, leva sempre um pacote se salgadinho ou bolacha para socorrer! Após terminar com o lanchinho, você pega a embalagem e… joga pela janela? Não, né?

Então, o que fazer com essa sujeira? Ainda mais se você tiver acabado de lavar o carro? Tudo, menos jogá-la na rua. Só por que é feio? Não. Jogar lixo na rua pode causar muitos problemas para você, para o trânsito e para a sociedade de um modo geral!

Esse lixo, somado ao lixo que outras pessoas jogam de seus carros ou dos ônibus, acaba entupindo um bueiro ou “boca de lobo”. Aí já viu, né? “Seja feito o alagamento” a qualquer chuva que caia. Pra você, que está no trânsito, ele vai se tornar mais estressante e perigoso. Para a população em geral, significa ratos e outros animais saindo dos esgotos e a possibilidade de transmissão de doenças como a leptospirose, só para citar um exemplo.

lixo-na-rua

Quer mais? Então lá vai. E a poluição visual? Quer coisa mais desagradável do que andar por uma rua e ela estar cheia de sujeira e lixo espalhados por todo lado? E é muito feio sim olhar para um ônibus ou um táxi e ver lixo voando pela janela. E o cheiro de uma rua suja? Bem desagradável, né? Sem falar que uma sacola plástica ou uma lata de refrigerante, por exemplo, pode ser muito perigoso para os motociclistas.

Certos atos de gentileza são extremamente fáceis de praticar. Quer um exemplo que você pode começar agora mesmo? Leve para o seu carro um saquinho para colocar o seu lixo e o coloque em um local que não atrapalhe a direção. Acumule um pouco desses restos e, assim que parar em um lugar, esvazie o saquinho em uma lixeira de seu trabalho, de casa ou numa lixeira pública. Manter o seu carro limpo é importante para ajudar você a ficar mais à vontade ao volante. Outra dica? Procure reutilizar a mesma sacolinha sempre que possível. Assim, você pratica mais uma gentileza com a natureza.

Percebeu o quanto ter um simples saquinho no carro pode lhe tornar uma pessoa mais gentil?

Sem falar que os ônibus também têm lixeiras. Nada justifica então jogar o lixo no chão ou atirá-lo pela janela. Nas ruas, utilize também as lixeiras. Vale andar um pouco mais para dispensar seu pacote de salgadinho ou embalagem do sorvete. E por aí vai.

Muita gente cobra essa limpeza dos órgãos públicos, mas se esquecem que a mudança deve começar dentro de cada um. A gentileza nasce dentro das pessoas, e, quando elas querem ser gentis, passam a pensar mais nos bem estar dos outros.

Vamos ter a consciência de que, para praticar um Trânsito+gentil, além de trabalhar o autocontrole e a paciência, podemos evitar congestionamentos, acidentes e até doenças com um gesto simples. Que não jogar lixo na rua se torne um hábito de todos para um Trânsito+gentil!

Preparem-se, porque agora chegou a hora da verdade! Muita gente apoia e fala bem da campanha Trânsito + Gentil, mas queremos saber se tudo isso é mesmo real. Rá! Será que vocês passarão no teste?

Hehehe… Calma gente, é apenas um quiz divertidíssimo!
Continue reading

A gente passa horas, dias, meses falando sobre gentileza no trânsito: dar seta, dar passagem para os apressadinhos, não andar de farol alto por aí. Mas…Será que não estamos esquecendo de nada? E quem esta fora do carro, também não conta?

Continue reading

Imagine: se dirigir uma média de 3 horas por dia já é o suficiente para passar por algumas situações estressantes, o que é ter isso como o seu principal meio de vida? Essa é a realidade de milhares de taxistas, profissionais que trabalham no trânsito, noite e dia, levando passageiros que estão, quase sempre, com pressa. Do lado de fora, outros motoristas, carros, motociclistas, pedestres e a fiscalização, sempre de olho. Cada minuto vale dinheiro. Será que dá pra ser gentil mesmo com tanta pressão?
Continue reading

WP_Query Object
(
    [query] => Array
        (
            [tag] => rua
        )

    [query_vars] => Array
        (
            [tag] => rua
            [error] => 
            [m] => 
            [p] => 0
            [post_parent] => 
            [subpost] => 
            [subpost_id] => 
            [attachment] => 
            [attachment_id] => 0
            [name] => 
            [static] => 
            [pagename] => 
            [page_id] => 0
            [second] => 
            [minute] => 
            [hour] => 
            [day] => 0
            [monthnum] => 0
            [year] => 0
            [w] => 0
            [category_name] => 
            [cat] => 
            [tag_id] => 130
            [author] => 
            [author_name] => 
            [feed] => 
            [tb] => 
            [paged] => 0
            [meta_key] => 
            [meta_value] => 
            [preview] => 
            [s] => 
            [sentence] => 
            [title] => 
            [fields] => 
            [menu_order] => 
            [embed] => 
            [category__in] => Array
                (
                )

            [category__not_in] => Array
                (
                )

            [category__and] => Array
                (
                )

            [post__in] => Array
                (
                )

            [post__not_in] => Array
                (
                )

            [post_name__in] => Array
                (
                )

            [tag__in] => Array
                (
                )

            [tag__not_in] => Array
                (
                )

            [tag__and] => Array
                (
                )

            [tag_slug__in] => Array
                (
                    [0] => rua
                )

            [tag_slug__and] => Array
                (
                )

            [post_parent__in] => Array
                (
                )

            [post_parent__not_in] => Array
                (
                )

            [author__in] => Array
                (
                )

            [author__not_in] => Array
                (
                )

            [ignore_sticky_posts] => 
            [suppress_filters] => 
            [cache_results] => 1
            [update_post_term_cache] => 1
            [lazy_load_term_meta] => 1
            [update_post_meta_cache] => 1
            [post_type] => 
            [posts_per_page] => 10
            [nopaging] => 
            [comments_per_page] => 50
            [no_found_rows] => 
            [order] => DESC
        )

    [tax_query] => WP_Tax_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                    [0] => Array
                        (
                            [taxonomy] => post_tag
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => rua
                                )

                            [field] => slug
                            [operator] => IN
                            [include_children] => 1
                        )

                )

            [relation] => AND
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                    [0] => t_g_term_relationships
                )

            [queried_terms] => Array
                (
                    [post_tag] => Array
                        (
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => rua
                                )

                            [field] => slug
                        )

                )

            [primary_table] => t_g_posts
            [primary_id_column] => ID
        )

    [meta_query] => WP_Meta_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                )

            [relation] => 
            [meta_table] => 
            [meta_id_column] => 
            [primary_table] => 
            [primary_id_column] => 
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                )

            [clauses:protected] => Array
                (
                )

            [has_or_relation:protected] => 
        )

    [date_query] => 
    [queried_object] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 130
            [name] => rua
            [slug] => rua
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 130
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 6
            [filter] => raw
        )

    [queried_object_id] => 130
    [request] => SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS  t_g_posts.ID FROM t_g_posts  LEFT JOIN t_g_term_relationships ON (t_g_posts.ID = t_g_term_relationships.object_id) WHERE 1=1  AND ( 
  t_g_term_relationships.term_taxonomy_id IN (130)
) AND t_g_posts.post_type = 'post' AND (t_g_posts.post_status = 'publish') GROUP BY t_g_posts.ID ORDER BY t_g_posts.post_date DESC LIMIT 0, 10
    [posts] => Array
        (
            [0] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 2706
                    [post_author] => 2
                    [post_date] => 2011-12-16 15:59:53
                    [post_date_gmt] => 2011-12-16 17:59:53
                    [post_content] => 

Você sabia que em países mega populosos (como a Índia) os carros têm que dividir as ruas com ciclistas, pedestres, cachorros, cavalos e até elefantes? Pois saiba que é verdade! E isso acontece devido à falta de calçadas, guias e escassa sinalização de trânsito. Quem acompanha os nossos canais nas redes sociais pôde assistir, há algumas semanas, este vídeo onde se pode ver claramente a situação caoticamente organizada do trânsito em um dia normal na cidade de Vadodara: https://gentil.vc/6r Por outro lado, contrastando completamente com a situação dos países asiáticos, na Suíça, o trânsito é tão bem organizado que os condutores chegam a parar diante de faixas de pedestre vazias – tudo pelo respeito à sinalização. Enquanto isso, São Paulo tem o 6º trânsito mais desgastante do mundo (de acordo com estudos internacionais divulgados na Conferência Internacional de Trânsito da Europa), seguido de perto por Nova Déli. Muitas vezes, uma discussão mais acalorada entre condutores termina em violência. “Em cidades grandes, muitos motoristas já saem de casa prontos para atacar ou se defender.” – trecho do livro “Por Que Dirigimos Assim?”, do jornalista americano Tom Vanderbilt. Fiscalizações e multas, muitas vezes, não são suficientes para reeducar quem já tem os seus vícios de direção. Não há leis que ensinem às pessoas os valores da gentileza, do respeito e da cordialidade.  É com a família que aprendemos a ser educados - e nosso comportamento como motoristas reflete o que aprendemos ao longo da vida. E você, faz a sua parte? Como repassa os valores de gentileza na vida e no trânsito para os seus filhos? Comente e compartilhe suas experiências com a gente! :D [post_title] => Os valores da gentileza e da cordialidade no trânsito [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => os-valores-da-gentileza-e-da-cordialidade-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-12-16 15:59:53 [post_modified_gmt] => 2011-12-16 17:59:53 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2706 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 3 [filter] => raw ) [1] => WP_Post Object ( [ID] => 2272 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-08-26 12:50:25 [post_date_gmt] => 2011-08-26 14:50:25 [post_content] => Em altas velocidades, uma falha na gentileza pode resultar em colisão. Por isso, em estradas e rodovias, é necessário o máximo de atenção e gentileza para se fazer uma viagem tranquila. E a gentileza precisa estar sempre com o motorista. Na hora de trocar de faixas, por exemplo, você não pode se esquecer de sinalizar com a seta e respeitar a distância entre os demais carros. Os passageiros do veículo também devem ser gentis: nada de atirar lixo pela janela ou distrair o motorista. E, para não errar na marcha, o Trânsito+gentil listou três regrinhas necessárias, mas que muitos motoristas desconhecem. Velocidade: independente da faixa, o limite de velocidade deve ser respeitado em todas elas. Engana-se quem acredita que a faixa da esquerda é reservada para que os apressadinhos ultrapassem o limite. Ela só é reservada para quem anda perto da velocidade máxima permitida. Diferentes pesos: algumas rodovias indicam velocidades diferentes para veículos de tamanhos diferentes, geralmente a divisão é feita entre carros e caminhos/ônibus/micro-ônibus. Acostamento: não pode ser usado quando em movimento, é um local para estacionar (desde que sinalizando com o pisca alerta) em caso de emergência. E você, tem alguma dica gentil? Compartilhe com a gente! [post_title] => Cada um na sua faixa! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => cada-um-na-sua-faixa [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-08-26 12:50:25 [post_modified_gmt] => 2011-08-26 14:50:25 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2272 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [2] => WP_Post Object ( [ID] => 2015 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-13 12:10:46 [post_date_gmt] => 2011-07-13 14:10:46 [post_content] => Você está em seu carro, tranquilamente, pela cidade e ouvindo uma música legal. E, como a fome não tem hora pra chegar, leva sempre um pacote se salgadinho ou bolacha para socorrer! Após terminar com o lanchinho, você pega a embalagem e... joga pela janela? Não, né? Então, o que fazer com essa sujeira? Ainda mais se você tiver acabado de lavar o carro? Tudo, menos jogá-la na rua. Só por que é feio? Não. Jogar lixo na rua pode causar muitos problemas para você, para o trânsito e para a sociedade de um modo geral! Esse lixo, somado ao lixo que outras pessoas jogam de seus carros ou dos ônibus, acaba entupindo um bueiro ou “boca de lobo”. Aí já viu, né? “Seja feito o alagamento” a qualquer chuva que caia. Pra você, que está no trânsito, ele vai se tornar mais estressante e perigoso. Para a população em geral, significa ratos e outros animais saindo dos esgotos e a possibilidade de transmissão de doenças como a leptospirose, só para citar um exemplo.
lixo-na-rua
Quer mais? Então lá vai. E a poluição visual? Quer coisa mais desagradável do que andar por uma rua e ela estar cheia de sujeira e lixo espalhados por todo lado? E é muito feio sim olhar para um ônibus ou um táxi e ver lixo voando pela janela. E o cheiro de uma rua suja? Bem desagradável, né? Sem falar que uma sacola plástica ou uma lata de refrigerante, por exemplo, pode ser muito perigoso para os motociclistas. Certos atos de gentileza são extremamente fáceis de praticar. Quer um exemplo que você pode começar agora mesmo? Leve para o seu carro um saquinho para colocar o seu lixo e o coloque em um local que não atrapalhe a direção. Acumule um pouco desses restos e, assim que parar em um lugar, esvazie o saquinho em uma lixeira de seu trabalho, de casa ou numa lixeira pública. Manter o seu carro limpo é importante para ajudar você a ficar mais à vontade ao volante. Outra dica? Procure reutilizar a mesma sacolinha sempre que possível. Assim, você pratica mais uma gentileza com a natureza. Percebeu o quanto ter um simples saquinho no carro pode lhe tornar uma pessoa mais gentil? Sem falar que os ônibus também têm lixeiras. Nada justifica então jogar o lixo no chão ou atirá-lo pela janela. Nas ruas, utilize também as lixeiras. Vale andar um pouco mais para dispensar seu pacote de salgadinho ou embalagem do sorvete. E por aí vai. Muita gente cobra essa limpeza dos órgãos públicos, mas se esquecem que a mudança deve começar dentro de cada um. A gentileza nasce dentro das pessoas, e, quando elas querem ser gentis, passam a pensar mais nos bem estar dos outros. Vamos ter a consciência de que, para praticar um Trânsito+gentil, além de trabalhar o autocontrole e a paciência, podemos evitar congestionamentos, acidentes e até doenças com um gesto simples. Que não jogar lixo na rua se torne um hábito de todos para um Trânsito+gentil! [post_title] => Seja gentil com a cidade. Não jogue lixo nas ruas! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => seja-gentil-com-a-cidade-nao-jogue-lixo-nas-ruas [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-13 12:10:46 [post_modified_gmt] => 2011-07-13 14:10:46 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2015 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 4 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 602 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-03-11 19:37:08 [post_date_gmt] => 2010-03-11 21:37:08 [post_content] => Preparem-se, porque agora chegou a hora da verdade! Muita gente apoia e fala bem da campanha Trânsito + Gentil, mas queremos saber se tudo isso é mesmo real. Rá! Será que vocês passarão no teste? Hehehe... Calma gente, é apenas um quiz divertidíssimo! Fizemos algumas perguntas sobre situações corriqueiras no trânsito, para saber se a atitude de vocês em relação a elas é realmente gentil. As perguntas podem parecer óbvias e outras, inclusive, citam boatos do trânsito que ninguém sabe, ao certo, se são reais ou não. Então, esse quiz, além de testar seu grau de gentileza, ainda pode tirar suas dúvidas relacionadas ao trânsito. Legal, né? Então clique aqui e veja o quiz! Depois de fazer o quiz, você pode twittar seu resultado e falar para seus amigos responderem também. Que tal uma mini competição para ver quem é o mais gentil? Além disso, você pode divulgar no Facebook ou enviar ao seu amigo por e-mail. Voltem aqui depois do quiz para contar qual foi o seu resultado!

E já que estamos testando seu nível de gentileza, aproveitamos para contar uma novidade da Porto Seguro: ela dará 5% de desconto para quem tem 0 pontos na habilitação, não é o máximo? Se você for da Grande São Paulo, pode saber mais clicando aqui. [post_title] => Teste sua gentileza no trânsito! [post_excerpt] => Preparem-se, porque agora chegou a hora da verdade! Muita gente apoia e fala bem da campanha Trânsito + Gentil, mas queremos saber se tudo isso é mesmo real. Rá! Será que vocês passarão no teste? Hehehe... Calma gente, é apenas um quiz divertidíssimo! [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => teste-sua-gentileza-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-03-11 19:37:08 [post_modified_gmt] => 2010-03-11 21:37:08 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=602 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 11 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 356 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-02-19 15:15:24 [post_date_gmt] => 2010-02-19 17:15:24 [post_content] =>

A gente passa horas, dias, meses falando sobre gentileza no trânsito: dar seta, dar passagem para os apressadinhos, não andar de farol alto por aí. Mas...Será que não estamos esquecendo de nada? E quem esta fora do carro, também não conta?

Claro que conta! Como já falamos em um post antigo, muitas situações que nem imaginamos, também podem ser consideradas trânsito. E os pedestres, apesar de não estarem dentro de um automóvel, estão andando na rua e convivendo lado a lado com os carros da cidade, tendo grande influência no trânsito como um todo. Mas será que eles também contribuem para um Trânsito + Gentil? Imagine só se todos os pedestres começassem a dar uma de rebeldes e atravessassem fora da faixa ou da passarela, andassem no meio da rua ao invés de usar a calçada, ignorassem a sinalização...Seria um deus nos acuda, não é mesmo? Tipo o caos que fica na 25 de março, em véspera de natal: aquele formigueiro de pessoas, todas desesperadas para conseguir chegar até a próxima loja, enquanto alguns carros tentam, sem muito sucesso, passar pela rua, onde devem circular. Portanto, aqui vão algumas dicas para todos os pedestres poderem contribuir para um Trânsito + Gentil: 1- Lembre-se de que você não está no deserto. Tem mais gente andando ao seu lado, tipo carros, motos e bicicletas. Você precisa ver e ser visto por todos e estar sempre atento ao que acontece ao seu redor. 2- Já ouviu falar em cores fluorescentes? São aquelas cores bem chamativas, que parecem estar acesas. Boa parte da sinalização de trânsito é feita com essas cores ou com objetos refletores. Calma, não vamos pedir para você usar roupas fluorescentes, mas que tal optar por roupas mais claras à noite ou em dias de chuva? Isso facilita a visão dos motoristas e pode evitar acidentes! 3- Você estava atravessando a rua e deixou cair a carteira no meio dela. Minha nossa, e agora? Melhor esperar o farol de pedestres abrir de novo para voltar e pegá-la. Afinal, o que vale mais? A carteira ou sua vida? 4- Se não achar uma faixa de pedestres, procure atravessar perto de lombadas ou lombadas eletrônicas. Os motoristas costumam andar mais devagar quando passam por elas, e fica muito mais seguro para todo mundo! 5- Dê o exemplo para as crianças. Como pequenos aprendizes, eles observam tudo e prestam muita atenção nos detalhes. Sempre pegue a criança pela mão e ensine como funciona o farol, a faixa de pedestres e alerte sobre os perigos de não se ter atitudes gentis e corretas no trânsito. Estas são dicas básicas, que todos os pedestres deveriam saber e que é sempre bom lembrar. Tem alguma dica boa pra compartilhar com a gente? Deixe um comentário! Vamos adorar compartilhar coisas boas com vocês, sempre a favor de um Trânsito + Gentil. Foto by Jon Rolfe [post_title] => Atenção pedestre! [post_excerpt] => A gente passa horas, dias, meses falando sobre gentileza no trânsito: dar seta, dar passagem para os apressadinhos, não andar de farol alto por aí. Mas...Será que não estamos esquecendo de nada? E quem esta fora do carro, também não conta? [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => atencao-pedestre [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-02-19 15:15:24 [post_modified_gmt] => 2010-02-19 17:15:24 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=356 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 2 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 270 [post_author] => 2 [post_date] => 2010-02-03 12:25:20 [post_date_gmt] => 2010-02-03 14:25:20 [post_content] => Imagine: se dirigir uma média de 3 horas por dia já é o suficiente para passar por algumas situações estressantes, o que é ter isso como o seu principal meio de vida? Essa é a realidade de milhares de taxistas, profissionais que trabalham no trânsito, noite e dia, levando passageiros que estão, quase sempre, com pressa. Do lado de fora, outros motoristas, carros, motociclistas, pedestres e a fiscalização, sempre de olho. Cada minuto vale dinheiro. Será que dá pra ser gentil mesmo com tanta pressão? Foi o que tentamos descobrir, quando convidamos o Adilson, que é taxista e um belo exemplo de motorista gentil, para um bate-papo. Ele fica em um ponto lá no Itaim, trabalha cerca de 10 horas por dia ao volante e topou fazer uma corrida especial em prol do #transitomaisgentil. Filmamos todo o percurso e conseguimos dicas preciosas de quem entende muito bem o que é ter que lidar com o trânsito. Ficou curioso? Confira os vídeos abaixo!   E aí? Concordou? Então se inspire no Adilson e deixe o seu depoimento na caixa de comentários aí embaixo. Você também deve ter os seus segredos para fazer a sua parte no trânsito. Compartilhe. :) [post_title] => Uma corrida em que todos ganham [post_excerpt] => Imagine: se dirigir uma média de 3 horas por dia já é o suficiente para passar por algumas situações estressantes, o que é ter isso como o seu principal meio de vida? Essa é a realidade de milhares de taxistas, profissionais que trabalham no trânsito, noite e dia, levando passageiros que estão, quase sempre, com pressa. Do lado de fora, outros motoristas, carros, motociclistas, pedestres e a fiscalização, sempre de olho. Cada minuto vale dinheiro. Será que dá pra ser gentil mesmo com tanta pressão? [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => uma-corrida-em-que-todos-ganham [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2010-02-03 12:25:20 [post_modified_gmt] => 2010-02-03 14:25:20 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=270 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 3 [filter] => raw ) ) [post_count] => 6 [current_post] => -1 [in_the_loop] => [post] => WP_Post Object ( [ID] => 2706 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-12-16 15:59:53 [post_date_gmt] => 2011-12-16 17:59:53 [post_content] =>

Você sabia que em países mega populosos (como a Índia) os carros têm que dividir as ruas com ciclistas, pedestres, cachorros, cavalos e até elefantes? Pois saiba que é verdade! E isso acontece devido à falta de calçadas, guias e escassa sinalização de trânsito. Quem acompanha os nossos canais nas redes sociais pôde assistir, há algumas semanas, este vídeo onde se pode ver claramente a situação caoticamente organizada do trânsito em um dia normal na cidade de Vadodara: https://gentil.vc/6r Por outro lado, contrastando completamente com a situação dos países asiáticos, na Suíça, o trânsito é tão bem organizado que os condutores chegam a parar diante de faixas de pedestre vazias – tudo pelo respeito à sinalização. Enquanto isso, São Paulo tem o 6º trânsito mais desgastante do mundo (de acordo com estudos internacionais divulgados na Conferência Internacional de Trânsito da Europa), seguido de perto por Nova Déli. Muitas vezes, uma discussão mais acalorada entre condutores termina em violência. “Em cidades grandes, muitos motoristas já saem de casa prontos para atacar ou se defender.” – trecho do livro “Por Que Dirigimos Assim?”, do jornalista americano Tom Vanderbilt. Fiscalizações e multas, muitas vezes, não são suficientes para reeducar quem já tem os seus vícios de direção. Não há leis que ensinem às pessoas os valores da gentileza, do respeito e da cordialidade.  É com a família que aprendemos a ser educados - e nosso comportamento como motoristas reflete o que aprendemos ao longo da vida. E você, faz a sua parte? Como repassa os valores de gentileza na vida e no trânsito para os seus filhos? Comente e compartilhe suas experiências com a gente! :D [post_title] => Os valores da gentileza e da cordialidade no trânsito [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => os-valores-da-gentileza-e-da-cordialidade-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-12-16 15:59:53 [post_modified_gmt] => 2011-12-16 17:59:53 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => https://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2706 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 3 [filter] => raw ) [comment_count] => 0 [current_comment] => -1 [found_posts] => 6 [max_num_pages] => 1 [max_num_comment_pages] => 0 [is_single] => [is_preview] => [is_page] => [is_archive] => 1 [is_date] => [is_year] => [is_month] => [is_day] => [is_time] => [is_author] => [is_category] => [is_tag] => 1 [is_tax] => [is_search] => [is_feed] => [is_comment_feed] => [is_trackback] => [is_home] => [is_404] => [is_embed] => [is_paged] => [is_admin] => [is_attachment] => [is_singular] => [is_robots] => [is_posts_page] => [is_post_type_archive] => [query_vars_hash:WP_Query:private] => cb2c5d6c362ea0496634833e200c5eb6 [query_vars_changed:WP_Query:private] => [thumbnails_cached] => [stopwords:WP_Query:private] => [compat_fields:WP_Query:private] => Array ( [0] => query_vars_hash [1] => query_vars_changed ) [compat_methods:WP_Query:private] => Array ( [0] => init_query_flags [1] => parse_tax_query ) )