Tag Archives: trânsito mais gentil

Já parou para se perguntar como será o trânsito no futuro? Não precisa ir muito longe. Estamos falando de um futuro próximo, mesmo.

Pois é, a resposta para essa pergunta é que só depende da gente. Por isso, procure fazer, incentivar e disseminar atos de gentileza para que possamos ver e sentir a melhora que todos nós queremos em cada esquina da cidade.

Vá além do “bom dia” e do “obrigado”. Oferecer seu lugar a quem precisa, mesmo que não esteja em um assento preferencial, ajudar alguém a carregar suas sacolas ou malas e até mesmo segurar a porta para o próximo entrar ou sair são gestos simples, até pequenos, e podem valer mais do que qualquer palavra.

Só quem já esteve em situações como estas sabe como pode ser gratificante fazer bem ao próximo e a diferença que isso faz em nossa rotina e nosso humor, tanto de quem faz quanto de quem recebe. Vamos pensar um pouco mais no próximo em vez de apenas em nós mesmos? Afinal, o trânsito e a cidade são locais de convivência para todos.

Já parou para pensar em como você vai fazer parte dessa mudança? Conta pra gente.

Rio de janeiro + gentil também tem desconto!

 

 

Vamos dar uma mãozinha para transformar as ruas do Rio de Janeiro em lugares de boa convivência entre os motoristas.

Como? Por meio da campanha Trânsito+gentil, o Porto Seguro Auto está oferecendo descontos de 5% na contratação ou renovação do seguro para motoristas que não possuam pontos na carteira de habilitação. Ou seja, para garantir o seu, você não deve ter cometido nenhuma infração de trânsito por um período de 12 meses.

O desconto já está valendo para o Estado de São Paulo e, agora, começa a valer para o Estado do Rio de Janeiro também. Saiba como funciona o desconto e fale com seu Corretor: http://gentil.vc/descontoauto

Você acorda cedo, se arruma com pressa, toma um café rápido, junta suas coisas e vai correndo para o trabalho. Essa rotina faz parte das manhãs de muita gente, principalmente das que moram em grandes cidades e, sem perceber, acabam acumulando um estresse totalmente desnecessário.

Trânsito

Trânsito

Um grande problema é quando o estresse de uma pessoa chega à outra, influenciando as pessoas ao seu redor, no trânsito. Pode reparar, basta uma buzinada para que a sinfonia das buzinas comece.

Ainda bem que o processo inverso também acontece. Se você for gentil no trânsito, é bem provável que as pessoas também sejam. Afinal, gentileza gera gentileza, já dizia o poeta.

Por isso, separamos algumas dicas para você manter a calma, ser gentil e passar essa atitude adiante:

Humildade

Saber reconhecer os seus erros com humildade e simplicidade pode evitar várias discussões.

Respeito

Aqui a dica é simples: respeite para ser respeitado!

Paciência

Ter paciência é fundamental para manter a calma, não agir por impulso ou tirar conclusões precipitadas. Pare, respire fundo e tudo vai dar certo.

Educação

Educação é fundamental, e não só no trânsito!

É muito importante que esses gestos sejam colocados em prática. Lembre-se sempre que a rua é publica e o espaço deve ser compartilhado, respeitosamente, entre todas as formas de mobilidade. Assim, o trânsito nas cidades ficará mais gentil.

carro_nervosoA agressividade e a intolerância ao volante se tornaram alvos de estudos que podem trazer algumas respostas e, quem sabe, soluções para esses problemas. E, dentre todas as causas que resultam em falta de gentileza no trânsito, algumas se destacam bastante nessas pesquisas.

Vamos, então, falar sobre elas e sobre como podemos amenizá-las?

CAUSA: NERVOSISMO
É um dos principais motivos que resultam no trânsito impaciente que temos hoje. O que pode causar o nervosismo? Bom, algum desentendimento no trabalho, uma discussão em casa ou até no trânsito mesmo que gere uma agressividade quase instintiva de sua parte.

Como amenizar?
Com alguns exercícios comportamentais. Quer um exemplo? Se o seu chefe foi injusto com você e te deu uma bronca sem motivos, antes de pegar seu carro e dirigir pelas ruas, pense o seguinte: “Estou muito nervoso. Se alguém me fechar, como reagirei?”. Se a resposta for algo parecido com “vou revidar” ou “vou xingar e buzinar”, por que não caminhar um pouco ou até ir de táxi pra casa e deixar o carro no estacionamento? As coisas estarão melhores no dia seguinte.

CAUSA: ESTRESSE
O estresse como fator determinante é mais amplo e pode envolver desde o próprio nervosismo até o cansaço por excesso de trabalho. É falta de férias, cobrança, desentendimentos pessoais e profissionais, pressões. Enfim, o mundo moderno tende a causar estresse nas pessoas, e assim, fazê-las mais sensíveis em situações críticas (como acontece frequentemente no trânsito).

Como tentar controlar?
Bom, é importante sempre respirar em casos como esse. O tempo é curto entre um acontecimento e a explosão. O estresse deixa o motorista com o “pavio curto” e ele tem que exercitar o autocontrole. Nem sempre vai funcionar. Mas, cada vez que der certo e a gente consiga evitar um ato não gentil, já teremos conquistado uma vitória!

CAUSA: DESATENÇÃO
Esse pode ser um fator que causa constrangimento e atrito no trânsito. Você pode ser desatento por vários motivos: preocupações, cansaço, ansiedade. Além de tirar sua atenção da condução segura, eles podem causar atritos e até acidentes.

Como evitar?
Está preocupado com algo? Deixe o carro e caminhe. Faz bem para corpo e mente. Está cansado? Aí não tem jeito. O único remédio se chama descansar! Tem que dirigir após um dia longo de trabalho e não está mais nem se aguentando em pé? Vá de táxi.

Já a ansiedade é mais complicada de controlar. Dependendo do grau, e se você é ansioso por natureza, vale procurar um tratamento, até para não afetar outros aspectos da sua vida, como o profissional, e você conseguir levar a vida de um jeito mais leve. Dirigir sem pensar no que está fazendo pode ser mais do que perigoso e, quando a gente faz isso, coloca em risco o bem estar das outras pessoas também.

Respeitar a vida é a maior das gentilezas!

Se não está bem para dirigir um carro, moto ou outro veículo, respeite o bem estar e a vida. Pegue um ônibus, táxi, metrô, faça uma caminhada se for seguro e a distância não for tão grande assim. Ou, quem sabe, você não dá sorte e consegue uma carona com um amigo, né?

Não se esqueça de que para fazer um Trânsito+gentil, você tem que mudar algumas atitudes e hábitos antes. Não é fácil, mas vale a pena. Identifique os seus problemas e o que pode prejudicar sua conduta. Esse é o primeiro passo para praticar gentilezas no trânsito.

Você está em seu carro, tranquilamente, pela cidade e ouvindo uma música legal. E, como a fome não tem hora pra chegar, leva sempre um pacote se salgadinho ou bolacha para socorrer! Após terminar com o lanchinho, você pega a embalagem e… joga pela janela? Não, né?

Então, o que fazer com essa sujeira? Ainda mais se você tiver acabado de lavar o carro? Tudo, menos jogá-la na rua. Só por que é feio? Não. Jogar lixo na rua pode causar muitos problemas para você, para o trânsito e para a sociedade de um modo geral!

Esse lixo, somado ao lixo que outras pessoas jogam de seus carros ou dos ônibus, acaba entupindo um bueiro ou “boca de lobo”. Aí já viu, né? “Seja feito o alagamento” a qualquer chuva que caia. Pra você, que está no trânsito, ele vai se tornar mais estressante e perigoso. Para a população em geral, significa ratos e outros animais saindo dos esgotos e a possibilidade de transmissão de doenças como a leptospirose, só para citar um exemplo.

lixo-na-rua

Quer mais? Então lá vai. E a poluição visual? Quer coisa mais desagradável do que andar por uma rua e ela estar cheia de sujeira e lixo espalhados por todo lado? E é muito feio sim olhar para um ônibus ou um táxi e ver lixo voando pela janela. E o cheiro de uma rua suja? Bem desagradável, né? Sem falar que uma sacola plástica ou uma lata de refrigerante, por exemplo, pode ser muito perigoso para os motociclistas.

Certos atos de gentileza são extremamente fáceis de praticar. Quer um exemplo que você pode começar agora mesmo? Leve para o seu carro um saquinho para colocar o seu lixo e o coloque em um local que não atrapalhe a direção. Acumule um pouco desses restos e, assim que parar em um lugar, esvazie o saquinho em uma lixeira de seu trabalho, de casa ou numa lixeira pública. Manter o seu carro limpo é importante para ajudar você a ficar mais à vontade ao volante. Outra dica? Procure reutilizar a mesma sacolinha sempre que possível. Assim, você pratica mais uma gentileza com a natureza.

Percebeu o quanto ter um simples saquinho no carro pode lhe tornar uma pessoa mais gentil?

Sem falar que os ônibus também têm lixeiras. Nada justifica então jogar o lixo no chão ou atirá-lo pela janela. Nas ruas, utilize também as lixeiras. Vale andar um pouco mais para dispensar seu pacote de salgadinho ou embalagem do sorvete. E por aí vai.

Muita gente cobra essa limpeza dos órgãos públicos, mas se esquecem que a mudança deve começar dentro de cada um. A gentileza nasce dentro das pessoas, e, quando elas querem ser gentis, passam a pensar mais nos bem estar dos outros.

Vamos ter a consciência de que, para praticar um Trânsito+gentil, além de trabalhar o autocontrole e a paciência, podemos evitar congestionamentos, acidentes e até doenças com um gesto simples. Que não jogar lixo na rua se torne um hábito de todos para um Trânsito+gentil!

Após um dos dias de maior congestionamento no ano, com 148 km, o Departamento de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) divulgou um dado impressionante sobre a capital paulista: mais de 35% do total dos veículos brasileiros estão em São Paulo.

São, aproximadamente, mais de 7 milhões de veículos registrados, número que aumenta a cada dia. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em horário de pico, o número gira em torno de 456 mil veículos nas ruas ao mesmo tempo!

De qualquer forma, o número é preocupante e podemos deduzir que o trabalho da prefeitura paulistana com relação ao trânsito não é nada fácil. Afinal, como controlar essa multidão de veículos?

Difícil, né? Obras como pontes, túneis, alargamentos de vias, corredores de ônibus, linhas de metrô e trem até são feitas. Mas a quantidade de carros aumenta mais do que a infraestrutura pode acompanhar e suportar, causando, em várias ocasiões, congestionamentos caóticos e, com isso, estresse geral para motoristas e pedestres.

Como fazer se o congestionamento é inevitável? Como combater isso? É aí que entra o autocontrole e, claro, a gentileza no trânsito!

transito_em_sao_paulo

Dicas não faltam pra gente aprender a relaxar. Mas antes das dicas, é importante a gente despertar essa consciência. Quem mora em grandes centros como São Paulo, tem que se preparar para encarar esse “bicho de sete cabeças” que o trânsito se tornou. Não podemos nos estressar, brigar com o outro motorista, atrapalhar ainda mais. Enfim, não podemos piorar o que já não vai bem, não é? Tendo essa consciência, poderemos domar tudo de ruim que as situações no trânsito podem provocar dentro da gente para praticar o Trânsito+gentil!

Se quiser xingar ou gesticular, respire fundo e se controle. Se quiser buzinar porque está parado no congestionamento, lembre-se que isso não vai resolver, não vai fazer o trânsito andar. Se uma pessoa pedir passagem a você, por mais que pareça um abuso, deixa-a entrar sem dificultar. E cada um segue o seu caminho numa boa.

E, pessoal, vamos praticar essas atitudes em qualquer lugar. Não precisa ser só em cidades grandes, que têm problemas com tráfego pesado, mas nas pequenas também. Transformando esse instinto de agredir em gentileza, podem ter certeza que vocês se sentirão muito bem por ter praticado um Trânsito+gentil!

concurso_camposjordaoÉ costume de quem é brasileiro ir até a praia em seus dias de folga, férias e finais de semana, não é mesmo? Só que no friozinho do inverno essa preferência pelo litoral diminui bastante e quem atrai um bom público são as cidades do interior. E, se tem uma cidade famosa no estado de São Paulo, que está preparada para essa temporada de frio, ela se chama Campos do Jordão!

Pensando nisso, o Trânsito+gentil lançou um concurso cultural para você curtir o inverno e o finalzinho desse mês tradicional de frio no Sudeste.

Como faço para participar?

É muito simples! Basta escrever uma frase bem criativa na página do concurso respondendo à seguinte pergunta: “Por que praticar gentilezas no trânsito torna o seu inverno ainda melhor?”.

O autor da frase mais criativa será premiado com hospedagem (duas diárias em apartamento duplo luxo, com café da manhã) no Blue Montain Hotel e Spa, durante o período de 30/07/2011 e 31/07/2011. Não dá pra deixar passar, né? Ser gentil pode levar você a Campos do Jordão! E passar um final de semana relaxando e se divertindo vai contribuir ainda mais para a prática de gentilezas no trânsito. =)

Confira o regulamento e boa sorte!

*OBS.: não está incluso o transporte de ida e volta até a cidade.

*OBS.2: não é possível participar pelo blog ou redes do Trânsito+gentil. Somente pela página do concurso.

A atitude de praticar gentilezas, pode até parecer simples, mas trata-se de algo bem complexo. Na verdade, pra ser mais gentil, muitas vezes, a gente tem que mudar a maneira que reage às atitudes dos outros – que nem sempre nos agrada? Fácil? Nem perto disso: exige esforço (afinal, são anos e anos de costume). Será que é possível? Com toda certeza!

LogoTransitoGentil

Agora imagine toda essa dificuldade aplicada ao trânsito, onde as pessoas ficam mais nervosas e expostas à agressividade. Imaginou? Pois agora tente mudar do dia pra noite e ser 100% gentil no trânsito, assim, instantaneamente. A gente sabe que não é bem por aí.

Mas, você sabe que é certo ser gentil no trânsito. Sabe que isso pode ser bom para todos e que precisa fazer alguma coisa para se reeducar. Então, o primeiro passo foi dado: você quer. E por que não divulgar que você apoia e pratica gentilezas? É aí que entra o adesivo do movimento Trânsito+gentil!

Quando você quer ser gentil e resolve praticar as gentilezas no trânsito, você está dando o exemplo. E, se você usa em seu carro, moto ou bicicleta um adesivo do Trânsito+gentil, está dizendo para todos que apoia gentilezas no trânsito. Está dizendo que mesmo se não consegue o tempo todo, ao menos está tentando ser melhor para todos.

Isso é importante demais! Não adianta colar o adesivo e não tentar ser mais gentil. Você não se torna gentil só por ter um adesivo. Antes mesmo de colar o adesivo, você tem que querer ser mais gentil. E tudo bem se você errar. Por isso, tente não recriminar o motorista que “aprontou” com o adesivo colado no carro. Ninguém é perfeito. O que a gente não deve fazer é se esquecer de praticar – até que essa prática se torne um hábito tão natural que a gente nem encare mais como um esforço tão grande assim.

Mas e o adesivo? Qual é o local certo para colá-lo?

Mais importante do que o local que você cola o adesivo, o que conta mesmo é que ele realmente sirva como o primeiro passo para você ser mais gentil. Se quiser colar o adesivo no parabrisa, para que se lembre de praticar gentilezas, ou na traseira do carro, para demonstrar e divulgar gentileza, tanto faz.

Seja qual for o seu veículo*, cole o coraçãozinho no lugar de sua preferência – desde que não atrapalhe a visibilidade, certo? – e lembre-se de praticar a gentileza sempre! =)

* Pessoal, só não vale colar em locais públicos ou transportes coletivos, combinado? Vamos respeitar esses locais para ter uma cidade mais limpa!

cidade-para-pessoas

Na reportagem de Natália Garcia, jornalista de 27 anos responsável pelo projeto Cidade para Pessoas, vamos conhecer Copenhague (ou Copenhagen) e toda a sua estrutura dedicada às bicicletas (leia). A Natália vai viajar por 12 cidades ao redor do mundo falando sobre trânsito e sobre como as pessoas podem viver melhor diante dos congestionamentos nesses locais.

Durante esse projeto, ela mostrará alguns exemplos, como o da capital dinamarquesa – que hoje é referência em estrutura para as bicicletas transitarem. Lá, mais de 50% das pessoas vão ao trabalho pedalando. Nunca é demais lembrar que essa escolha colabora com a diminuição do congestionamento, com a saúde de quem pedala e com a qualidade do ar.

É possível sim desenvolver condições mais adequadas para o uso da bicicleta (para o bem de todos!). Claro que, em cidades muito grandes, essa estrutura não é tão simples e teria que ser repensada e adaptada.

Para isso, além do empenho dos governos, a gente tem que contar com a dedicação, educação e gentileza de todas as pessoas, desde pedestres, passando por ciclistas e chegando aos motoristas de grandes veículos.

Confiram o vídeo:

Não deixem de acompanhar a saga da jornalista Natália Garcia, que vai ter muito a mostrar para todos nós com esse projeto bacana que, sem dúvidas, vai ajudar a gente a pensar em soluções para construir um Trânsito+gentil.

Entre os dias 7 e 9 de julho, o Rio de Janeiro recebe o Fórum Internacional do Trânsito, uma das principais atrações do 25° Congresso ORTRA Internacional 2011, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).

logo_ortra

Com vários especialistas ligados ao estudo de traumas físicos causados no trânsito, a discussão irá se basear nos planos para a próxima década* para conter e diminuir o número de acidentes fatais no trânsito ao redor do mundo.

Número de vítimas por ano

Estima-se que, todos os anos, mais de 1,3 milhão de pessoas morre em razão de acidentes dessa natureza. Um dos painéis do Fórum tem como assunto a distração no trânsito, que é capaz de aumentar em até 400% os riscos de acidentes.

São números assustadores, não é mesmo? O trânsito – seja ele feito a pé, de bicicleta, moto, carro ou grandes veículos –, não deveria ser local de distração ou desentendimentos. O fato do congresso já estar em sua 25ª edição demonstra que a incidência desse tipo de acidente é alarmante e a preocupação desses ortopedistas e traumatologistas em se atualizarem para lidar com os procedimentos de rotina nos consultórios e emergências hospitalares decorrentes do trânsito.

Mais gentileza com a vida ao lado

Embora esse não seja o principal tema do evento, a maioria dos acidentes no trânsito poderia ser evitada com atitudes mais gentis de todas as partes. A falta de atenção é uma falta de gentileza também, concordam? Ora, se você sabe que falar ao celular tira sua atenção ao volante, fazendo com que você feche um motociclista sem perceber, por exemplo, por que colocar a vida dele em risco?

Quando a gente não pensar na segurança de quem está em trânsito ao nosso lado já é uma grande falta de gentileza. Aliás, não respeitar a vida do outro é uma das maiores faltas que alguém pode cometer. Quanto desse total de acidentes não deve ocorrer após uma falta de gentileza e descontrole emocional?

Por isso, a gente fica muito feliz que o Rio de Janeiro receba esse fórum que discutirá a segurança no trânsito. Lembrando que podemos contribuir para diminuir esses números e aumentar o bem estar de todos que estão nas ruas, sempre praticando um Trânsito+gentil. Vamos praticar?

Fonte: http://www.portaldotransito.com.br/noticias/rio-recebe-forum-internacional-para-reduzir-mortes-no-transito.html
* O plano da Década de Ações para um Trânsito Mais Seguro foi lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial da Saúde (OMS) e pretende reduzir em até 50% a fatalidade no trânsito até 2020.

WP_Query Object
(
    [query] => Array
        (
            [tag] => transito-mais-gentil
        )

    [query_vars] => Array
        (
            [tag] => transito-mais-gentil
            [error] => 
            [m] => 
            [p] => 0
            [post_parent] => 
            [subpost] => 
            [subpost_id] => 
            [attachment] => 
            [attachment_id] => 0
            [name] => 
            [static] => 
            [pagename] => 
            [page_id] => 0
            [second] => 
            [minute] => 
            [hour] => 
            [day] => 0
            [monthnum] => 0
            [year] => 0
            [w] => 0
            [category_name] => 
            [cat] => 
            [tag_id] => 70
            [author] => 
            [author_name] => 
            [feed] => 
            [tb] => 
            [paged] => 0
            [meta_key] => 
            [meta_value] => 
            [preview] => 
            [s] => 
            [sentence] => 
            [title] => 
            [fields] => 
            [menu_order] => 
            [embed] => 
            [category__in] => Array
                (
                )

            [category__not_in] => Array
                (
                )

            [category__and] => Array
                (
                )

            [post__in] => Array
                (
                )

            [post__not_in] => Array
                (
                )

            [post_name__in] => Array
                (
                )

            [tag__in] => Array
                (
                )

            [tag__not_in] => Array
                (
                )

            [tag__and] => Array
                (
                )

            [tag_slug__in] => Array
                (
                    [0] => transito-mais-gentil
                )

            [tag_slug__and] => Array
                (
                )

            [post_parent__in] => Array
                (
                )

            [post_parent__not_in] => Array
                (
                )

            [author__in] => Array
                (
                )

            [author__not_in] => Array
                (
                )

            [ignore_sticky_posts] => 
            [suppress_filters] => 
            [cache_results] => 1
            [update_post_term_cache] => 1
            [lazy_load_term_meta] => 1
            [update_post_meta_cache] => 1
            [post_type] => 
            [posts_per_page] => 10
            [nopaging] => 
            [comments_per_page] => 50
            [no_found_rows] => 
            [order] => DESC
        )

    [tax_query] => WP_Tax_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                    [0] => Array
                        (
                            [taxonomy] => post_tag
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => transito-mais-gentil
                                )

                            [field] => slug
                            [operator] => IN
                            [include_children] => 1
                        )

                )

            [relation] => AND
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                    [0] => t_g_term_relationships
                )

            [queried_terms] => Array
                (
                    [post_tag] => Array
                        (
                            [terms] => Array
                                (
                                    [0] => transito-mais-gentil
                                )

                            [field] => slug
                        )

                )

            [primary_table] => t_g_posts
            [primary_id_column] => ID
        )

    [meta_query] => WP_Meta_Query Object
        (
            [queries] => Array
                (
                )

            [relation] => 
            [meta_table] => 
            [meta_id_column] => 
            [primary_table] => 
            [primary_id_column] => 
            [table_aliases:protected] => Array
                (
                )

            [clauses:protected] => Array
                (
                )

            [has_or_relation:protected] => 
        )

    [date_query] => 
    [queried_object] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 70
            [name] => trânsito mais gentil
            [slug] => transito-mais-gentil
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 70
            [taxonomy] => post_tag
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 22
            [filter] => raw
        )

    [queried_object_id] => 70
    [request] => SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS  t_g_posts.ID FROM t_g_posts  LEFT JOIN t_g_term_relationships ON (t_g_posts.ID = t_g_term_relationships.object_id) WHERE 1=1  AND ( 
  t_g_term_relationships.term_taxonomy_id IN (70)
) AND t_g_posts.post_type = 'post' AND (t_g_posts.post_status = 'publish') GROUP BY t_g_posts.ID ORDER BY t_g_posts.post_date DESC LIMIT 0, 10
    [posts] => Array
        (
            [0] => WP_Post Object
                (
                    [ID] => 3712
                    [post_author] => 1
                    [post_date] => 2016-02-29 20:55:46
                    [post_date_gmt] => 2016-02-29 20:55:46
                    [post_content] => 

Já parou para se perguntar como será o trânsito no futuro? Não precisa ir muito longe. Estamos falando de um futuro próximo, mesmo.

Pois é, a resposta para essa pergunta é que só depende da gente. Por isso, procure fazer, incentivar e disseminar atos de gentileza para que possamos ver e sentir a melhora que todos nós queremos em cada esquina da cidade.

Vá além do "bom dia" e do "obrigado". Oferecer seu lugar a quem precisa, mesmo que não esteja em um assento preferencial, ajudar alguém a carregar suas sacolas ou malas e até mesmo segurar a porta para o próximo entrar ou sair são gestos simples, até pequenos, e podem valer mais do que qualquer palavra.

Só quem já esteve em situações como estas sabe como pode ser gratificante fazer bem ao próximo e a diferença que isso faz em nossa rotina e nosso humor, tanto de quem faz quanto de quem recebe. Vamos pensar um pouco mais no próximo em vez de apenas em nós mesmos? Afinal, o trânsito e a cidade são locais de convivência para todos.

Já parou para pensar em como você vai fazer parte dessa mudança? Conta pra gente.

[post_title] => O trânsito de amanhã depende de nós [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => o-transito-de-amanha-depende-de-nos [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2016-02-29 20:55:46 [post_modified_gmt] => 2016-02-29 20:55:46 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/?p=3712 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [1] => WP_Post Object ( [ID] => 3477 [post_author] => 3 [post_date] => 2015-04-15 15:04:34 [post_date_gmt] => 2015-04-15 18:04:34 [post_content] => Rio de janeiro + gentil também tem desconto!     Vamos dar uma mãozinha para transformar as ruas do Rio de Janeiro em lugares de boa convivência entre os motoristas. Como? Por meio da campanha Trânsito+gentil, o Porto Seguro Auto está oferecendo descontos de 5% na contratação ou renovação do seguro para motoristas que não possuam pontos na carteira de habilitação. Ou seja, para garantir o seu, você não deve ter cometido nenhuma infração de trânsito por um período de 12 meses. O desconto já está valendo para o Estado de São Paulo e, agora, começa a valer para o Estado do Rio de Janeiro também. Saiba como funciona o desconto e fale com seu Corretor: http://gentil.vc/descontoauto [post_title] => Rio de janeiro + gentil também tem desconto! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => rio-de-janeiro-gentil-tambem-tem-desconto [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-15 15:04:34 [post_modified_gmt] => 2015-04-15 18:04:34 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://transitomaisgentil.com.br/?p=3477 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [2] => WP_Post Object ( [ID] => 3139 [post_author] => 2 [post_date] => 2013-06-18 11:48:17 [post_date_gmt] => 2013-06-18 13:48:17 [post_content] => Você acorda cedo, se arruma com pressa, toma um café rápido, junta suas coisas e vai correndo para o trabalho. Essa rotina faz parte das manhãs de muita gente, principalmente das que moram em grandes cidades e, sem perceber, acabam acumulando um estresse totalmente desnecessário. [caption id="attachment_3140" align="aligncenter" width="300" caption="Trânsito"]Trânsito[/caption] Um grande problema é quando o estresse de uma pessoa chega à outra, influenciando as pessoas ao seu redor, no trânsito. Pode reparar, basta uma buzinada para que a sinfonia das buzinas comece. Ainda bem que o processo inverso também acontece. Se você for gentil no trânsito, é bem provável que as pessoas também sejam. Afinal, gentileza gera gentileza, já dizia o poeta. Por isso, separamos algumas dicas para você manter a calma, ser gentil e passar essa atitude adiante: Humildade Saber reconhecer os seus erros com humildade e simplicidade pode evitar várias discussões. Respeito Aqui a dica é simples: respeite para ser respeitado! Paciência Ter paciência é fundamental para manter a calma, não agir por impulso ou tirar conclusões precipitadas. Pare, respire fundo e tudo vai dar certo. Educação Educação é fundamental, e não só no trânsito! É muito importante que esses gestos sejam colocados em prática. Lembre-se sempre que a rua é publica e o espaço deve ser compartilhado, respeitosamente, entre todas as formas de mobilidade. Assim, o trânsito nas cidades ficará mais gentil. [post_title] => Gentileza gera gentileza, até no trânsito. [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => gentileza-gera-gentileza-ate-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2013-06-18 11:48:17 [post_modified_gmt] => 2013-06-18 13:48:17 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3139 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 1 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 2027 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-13 17:55:21 [post_date_gmt] => 2011-07-13 19:55:21 [post_content] => carro_nervosoA agressividade e a intolerância ao volante se tornaram alvos de estudos que podem trazer algumas respostas e, quem sabe, soluções para esses problemas. E, dentre todas as causas que resultam em falta de gentileza no trânsito, algumas se destacam bastante nessas pesquisas. Vamos, então, falar sobre elas e sobre como podemos amenizá-las? CAUSA: NERVOSISMO É um dos principais motivos que resultam no trânsito impaciente que temos hoje. O que pode causar o nervosismo? Bom, algum desentendimento no trabalho, uma discussão em casa ou até no trânsito mesmo que gere uma agressividade quase instintiva de sua parte. Como amenizar? Com alguns exercícios comportamentais. Quer um exemplo? Se o seu chefe foi injusto com você e te deu uma bronca sem motivos, antes de pegar seu carro e dirigir pelas ruas, pense o seguinte: “Estou muito nervoso. Se alguém me fechar, como reagirei?”. Se a resposta for algo parecido com “vou revidar” ou “vou xingar e buzinar”, por que não caminhar um pouco ou até ir de táxi pra casa e deixar o carro no estacionamento? As coisas estarão melhores no dia seguinte. CAUSA: ESTRESSE O estresse como fator determinante é mais amplo e pode envolver desde o próprio nervosismo até o cansaço por excesso de trabalho. É falta de férias, cobrança, desentendimentos pessoais e profissionais, pressões. Enfim, o mundo moderno tende a causar estresse nas pessoas, e assim, fazê-las mais sensíveis em situações críticas (como acontece frequentemente no trânsito). Como tentar controlar? Bom, é importante sempre respirar em casos como esse. O tempo é curto entre um acontecimento e a explosão. O estresse deixa o motorista com o “pavio curto” e ele tem que exercitar o autocontrole. Nem sempre vai funcionar. Mas, cada vez que der certo e a gente consiga evitar um ato não gentil, já teremos conquistado uma vitória! CAUSA: DESATENÇÃO Esse pode ser um fator que causa constrangimento e atrito no trânsito. Você pode ser desatento por vários motivos: preocupações, cansaço, ansiedade. Além de tirar sua atenção da condução segura, eles podem causar atritos e até acidentes. Como evitar? Está preocupado com algo? Deixe o carro e caminhe. Faz bem para corpo e mente. Está cansado? Aí não tem jeito. O único remédio se chama descansar! Tem que dirigir após um dia longo de trabalho e não está mais nem se aguentando em pé? Vá de táxi. Já a ansiedade é mais complicada de controlar. Dependendo do grau, e se você é ansioso por natureza, vale procurar um tratamento, até para não afetar outros aspectos da sua vida, como o profissional, e você conseguir levar a vida de um jeito mais leve. Dirigir sem pensar no que está fazendo pode ser mais do que perigoso e, quando a gente faz isso, coloca em risco o bem estar das outras pessoas também. Respeitar a vida é a maior das gentilezas! Se não está bem para dirigir um carro, moto ou outro veículo, respeite o bem estar e a vida. Pegue um ônibus, táxi, metrô, faça uma caminhada se for seguro e a distância não for tão grande assim. Ou, quem sabe, você não dá sorte e consegue uma carona com um amigo, né? Não se esqueça de que para fazer um Trânsito+gentil, você tem que mudar algumas atitudes e hábitos antes. Não é fácil, mas vale a pena. Identifique os seus problemas e o que pode prejudicar sua conduta. Esse é o primeiro passo para praticar gentilezas no trânsito. [post_title] => O porquê da falta de gentileza no trânsito [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => o-porque-da-falta-de-gentileza-no-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-13 17:55:21 [post_modified_gmt] => 2011-07-13 19:55:21 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2027 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 4 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 2015 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-13 12:10:46 [post_date_gmt] => 2011-07-13 14:10:46 [post_content] => Você está em seu carro, tranquilamente, pela cidade e ouvindo uma música legal. E, como a fome não tem hora pra chegar, leva sempre um pacote se salgadinho ou bolacha para socorrer! Após terminar com o lanchinho, você pega a embalagem e... joga pela janela? Não, né? Então, o que fazer com essa sujeira? Ainda mais se você tiver acabado de lavar o carro? Tudo, menos jogá-la na rua. Só por que é feio? Não. Jogar lixo na rua pode causar muitos problemas para você, para o trânsito e para a sociedade de um modo geral! Esse lixo, somado ao lixo que outras pessoas jogam de seus carros ou dos ônibus, acaba entupindo um bueiro ou “boca de lobo”. Aí já viu, né? “Seja feito o alagamento” a qualquer chuva que caia. Pra você, que está no trânsito, ele vai se tornar mais estressante e perigoso. Para a população em geral, significa ratos e outros animais saindo dos esgotos e a possibilidade de transmissão de doenças como a leptospirose, só para citar um exemplo.
lixo-na-rua
Quer mais? Então lá vai. E a poluição visual? Quer coisa mais desagradável do que andar por uma rua e ela estar cheia de sujeira e lixo espalhados por todo lado? E é muito feio sim olhar para um ônibus ou um táxi e ver lixo voando pela janela. E o cheiro de uma rua suja? Bem desagradável, né? Sem falar que uma sacola plástica ou uma lata de refrigerante, por exemplo, pode ser muito perigoso para os motociclistas. Certos atos de gentileza são extremamente fáceis de praticar. Quer um exemplo que você pode começar agora mesmo? Leve para o seu carro um saquinho para colocar o seu lixo e o coloque em um local que não atrapalhe a direção. Acumule um pouco desses restos e, assim que parar em um lugar, esvazie o saquinho em uma lixeira de seu trabalho, de casa ou numa lixeira pública. Manter o seu carro limpo é importante para ajudar você a ficar mais à vontade ao volante. Outra dica? Procure reutilizar a mesma sacolinha sempre que possível. Assim, você pratica mais uma gentileza com a natureza. Percebeu o quanto ter um simples saquinho no carro pode lhe tornar uma pessoa mais gentil? Sem falar que os ônibus também têm lixeiras. Nada justifica então jogar o lixo no chão ou atirá-lo pela janela. Nas ruas, utilize também as lixeiras. Vale andar um pouco mais para dispensar seu pacote de salgadinho ou embalagem do sorvete. E por aí vai. Muita gente cobra essa limpeza dos órgãos públicos, mas se esquecem que a mudança deve começar dentro de cada um. A gentileza nasce dentro das pessoas, e, quando elas querem ser gentis, passam a pensar mais nos bem estar dos outros. Vamos ter a consciência de que, para praticar um Trânsito+gentil, além de trabalhar o autocontrole e a paciência, podemos evitar congestionamentos, acidentes e até doenças com um gesto simples. Que não jogar lixo na rua se torne um hábito de todos para um Trânsito+gentil! [post_title] => Seja gentil com a cidade. Não jogue lixo nas ruas! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => seja-gentil-com-a-cidade-nao-jogue-lixo-nas-ruas [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-13 12:10:46 [post_modified_gmt] => 2011-07-13 14:10:46 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2015 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 4 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 2001 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-12 13:08:14 [post_date_gmt] => 2011-07-12 15:08:14 [post_content] => Após um dos dias de maior congestionamento no ano, com 148 km, o Departamento de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) divulgou um dado impressionante sobre a capital paulista: mais de 35% do total dos veículos brasileiros estão em São Paulo. São, aproximadamente, mais de 7 milhões de veículos registrados, número que aumenta a cada dia. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em horário de pico, o número gira em torno de 456 mil veículos nas ruas ao mesmo tempo! De qualquer forma, o número é preocupante e podemos deduzir que o trabalho da prefeitura paulistana com relação ao trânsito não é nada fácil. Afinal, como controlar essa multidão de veículos? Difícil, né? Obras como pontes, túneis, alargamentos de vias, corredores de ônibus, linhas de metrô e trem até são feitas. Mas a quantidade de carros aumenta mais do que a infraestrutura pode acompanhar e suportar, causando, em várias ocasiões, congestionamentos caóticos e, com isso, estresse geral para motoristas e pedestres. Como fazer se o congestionamento é inevitável? Como combater isso? É aí que entra o autocontrole e, claro, a gentileza no trânsito!
transito_em_sao_paulo
Dicas não faltam pra gente aprender a relaxar. Mas antes das dicas, é importante a gente despertar essa consciência. Quem mora em grandes centros como São Paulo, tem que se preparar para encarar esse “bicho de sete cabeças” que o trânsito se tornou. Não podemos nos estressar, brigar com o outro motorista, atrapalhar ainda mais. Enfim, não podemos piorar o que já não vai bem, não é? Tendo essa consciência, poderemos domar tudo de ruim que as situações no trânsito podem provocar dentro da gente para praticar o Trânsito+gentil! Se quiser xingar ou gesticular, respire fundo e se controle. Se quiser buzinar porque está parado no congestionamento, lembre-se que isso não vai resolver, não vai fazer o trânsito andar. Se uma pessoa pedir passagem a você, por mais que pareça um abuso, deixa-a entrar sem dificultar. E cada um segue o seu caminho numa boa. E, pessoal, vamos praticar essas atitudes em qualquer lugar. Não precisa ser só em cidades grandes, que têm problemas com tráfego pesado, mas nas pequenas também. Transformando esse instinto de agredir em gentileza, podem ter certeza que vocês se sentirão muito bem por ter praticado um Trânsito+gentil! [post_title] => São Paulo tem 35% de toda a frota brasileira de carros [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => sao-paulo-tem-35-de-toda-a-frota-brasileira-de-carros [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-12 13:08:14 [post_modified_gmt] => 2011-07-12 15:08:14 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=2001 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 1980 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-07 11:32:09 [post_date_gmt] => 2011-07-07 13:32:09 [post_content] => concurso_camposjordaoÉ costume de quem é brasileiro ir até a praia em seus dias de folga, férias e finais de semana, não é mesmo? Só que no friozinho do inverno essa preferência pelo litoral diminui bastante e quem atrai um bom público são as cidades do interior. E, se tem uma cidade famosa no estado de São Paulo, que está preparada para essa temporada de frio, ela se chama Campos do Jordão! Pensando nisso, o Trânsito+gentil lançou um concurso cultural para você curtir o inverno e o finalzinho desse mês tradicional de frio no Sudeste. Como faço para participar? É muito simples! Basta escrever uma frase bem criativa na página do concurso respondendo à seguinte pergunta: "Por que praticar gentilezas no trânsito torna o seu inverno ainda melhor?". O autor da frase mais criativa será premiado com hospedagem (duas diárias em apartamento duplo luxo, com café da manhã) no Blue Montain Hotel e Spa, durante o período de 30/07/2011 e 31/07/2011. Não dá pra deixar passar, né? Ser gentil pode levar você a Campos do Jordão! E passar um final de semana relaxando e se divertindo vai contribuir ainda mais para a prática de gentilezas no trânsito. =) Confira o regulamento e boa sorte! --- *OBS.: não está incluso o transporte de ida e volta até a cidade. *OBS.2: não é possível participar pelo blog ou redes do Trânsito+gentil. Somente pela página do concurso. [post_title] => Nesse inverno, faça um Trânsito+gentil em Campos do Jordão! [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => nesse-inverno-faca-um-transitogentil-em-campos-do-jordao [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-07 11:32:09 [post_modified_gmt] => 2011-07-07 13:32:09 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1980 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 2 [filter] => raw ) [7] => WP_Post Object ( [ID] => 1972 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-05 11:54:29 [post_date_gmt] => 2011-07-05 13:54:29 [post_content] => A atitude de praticar gentilezas, pode até parecer simples, mas trata-se de algo bem complexo. Na verdade, pra ser mais gentil, muitas vezes, a gente tem que mudar a maneira que reage às atitudes dos outros – que nem sempre nos agrada? Fácil? Nem perto disso: exige esforço (afinal, são anos e anos de costume). Será que é possível? Com toda certeza!
LogoTransitoGentil
Agora imagine toda essa dificuldade aplicada ao trânsito, onde as pessoas ficam mais nervosas e expostas à agressividade. Imaginou? Pois agora tente mudar do dia pra noite e ser 100% gentil no trânsito, assim, instantaneamente. A gente sabe que não é bem por aí. Mas, você sabe que é certo ser gentil no trânsito. Sabe que isso pode ser bom para todos e que precisa fazer alguma coisa para se reeducar. Então, o primeiro passo foi dado: você quer. E por que não divulgar que você apoia e pratica gentilezas? É aí que entra o adesivo do movimento Trânsito+gentil! Quando você quer ser gentil e resolve praticar as gentilezas no trânsito, você está dando o exemplo. E, se você usa em seu carro, moto ou bicicleta um adesivo do Trânsito+gentil, está dizendo para todos que apoia gentilezas no trânsito. Está dizendo que mesmo se não consegue o tempo todo, ao menos está tentando ser melhor para todos. Isso é importante demais! Não adianta colar o adesivo e não tentar ser mais gentil. Você não se torna gentil só por ter um adesivo. Antes mesmo de colar o adesivo, você tem que querer ser mais gentil. E tudo bem se você errar. Por isso, tente não recriminar o motorista que “aprontou” com o adesivo colado no carro. Ninguém é perfeito. O que a gente não deve fazer é se esquecer de praticar – até que essa prática se torne um hábito tão natural que a gente nem encare mais como um esforço tão grande assim. Mas e o adesivo? Qual é o local certo para colá-lo? Mais importante do que o local que você cola o adesivo, o que conta mesmo é que ele realmente sirva como o primeiro passo para você ser mais gentil. Se quiser colar o adesivo no parabrisa, para que se lembre de praticar gentilezas, ou na traseira do carro, para demonstrar e divulgar gentileza, tanto faz. Seja qual for o seu veículo*, cole o coraçãozinho no lugar de sua preferência – desde que não atrapalhe a visibilidade, certo? – e lembre-se de praticar a gentileza sempre! =) --- * Pessoal, só não vale colar em locais públicos ou transportes coletivos, combinado? Vamos respeitar esses locais para ter uma cidade mais limpa! [post_title] => Como usar o adesivo do Trânsito+gentil – Parte 1 [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => como-usar-o-adesivo-do-transitogentil-parte-1 [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-05 11:54:29 [post_modified_gmt] => 2011-07-05 13:54:29 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1972 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 19 [filter] => raw ) [8] => WP_Post Object ( [ID] => 1962 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-07-04 17:50:10 [post_date_gmt] => 2011-07-04 19:50:10 [post_content] =>
cidade-para-pessoas
Na reportagem de Natália Garcia, jornalista de 27 anos responsável pelo projeto Cidade para Pessoas, vamos conhecer Copenhague (ou Copenhagen) e toda a sua estrutura dedicada às bicicletas (leia). A Natália vai viajar por 12 cidades ao redor do mundo falando sobre trânsito e sobre como as pessoas podem viver melhor diante dos congestionamentos nesses locais. Durante esse projeto, ela mostrará alguns exemplos, como o da capital dinamarquesa – que hoje é referência em estrutura para as bicicletas transitarem. Lá, mais de 50% das pessoas vão ao trabalho pedalando. Nunca é demais lembrar que essa escolha colabora com a diminuição do congestionamento, com a saúde de quem pedala e com a qualidade do ar. É possível sim desenvolver condições mais adequadas para o uso da bicicleta (para o bem de todos!). Claro que, em cidades muito grandes, essa estrutura não é tão simples e teria que ser repensada e adaptada. Para isso, além do empenho dos governos, a gente tem que contar com a dedicação, educação e gentileza de todas as pessoas, desde pedestres, passando por ciclistas e chegando aos motoristas de grandes veículos. Confiram o vídeo:
Não deixem de acompanhar a saga da jornalista Natália Garcia, que vai ter muito a mostrar para todos nós com esse projeto bacana que, sem dúvidas, vai ajudar a gente a pensar em soluções para construir um Trânsito+gentil. [post_title] => Copenhague: a cidade das bicicletas [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => copenhague-a-cidade-das-bicicletas [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-07-04 17:50:10 [post_modified_gmt] => 2011-07-04 19:50:10 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1962 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 1 [filter] => raw ) [9] => WP_Post Object ( [ID] => 1952 [post_author] => 2 [post_date] => 2011-06-29 11:38:34 [post_date_gmt] => 2011-06-29 13:38:34 [post_content] => Entre os dias 7 e 9 de julho, o Rio de Janeiro recebe o Fórum Internacional do Trânsito, uma das principais atrações do 25° Congresso ORTRA Internacional 2011, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). logo_ortra Com vários especialistas ligados ao estudo de traumas físicos causados no trânsito, a discussão irá se basear nos planos para a próxima década* para conter e diminuir o número de acidentes fatais no trânsito ao redor do mundo. Número de vítimas por ano Estima-se que, todos os anos, mais de 1,3 milhão de pessoas morre em razão de acidentes dessa natureza. Um dos painéis do Fórum tem como assunto a distração no trânsito, que é capaz de aumentar em até 400% os riscos de acidentes. São números assustadores, não é mesmo? O trânsito – seja ele feito a pé, de bicicleta, moto, carro ou grandes veículos –, não deveria ser local de distração ou desentendimentos. O fato do congresso já estar em sua 25ª edição demonstra que a incidência desse tipo de acidente é alarmante e a preocupação desses ortopedistas e traumatologistas em se atualizarem para lidar com os procedimentos de rotina nos consultórios e emergências hospitalares decorrentes do trânsito. Mais gentileza com a vida ao lado Embora esse não seja o principal tema do evento, a maioria dos acidentes no trânsito poderia ser evitada com atitudes mais gentis de todas as partes. A falta de atenção é uma falta de gentileza também, concordam? Ora, se você sabe que falar ao celular tira sua atenção ao volante, fazendo com que você feche um motociclista sem perceber, por exemplo, por que colocar a vida dele em risco? Quando a gente não pensar na segurança de quem está em trânsito ao nosso lado já é uma grande falta de gentileza. Aliás, não respeitar a vida do outro é uma das maiores faltas que alguém pode cometer. Quanto desse total de acidentes não deve ocorrer após uma falta de gentileza e descontrole emocional? Por isso, a gente fica muito feliz que o Rio de Janeiro receba esse fórum que discutirá a segurança no trânsito. Lembrando que podemos contribuir para diminuir esses números e aumentar o bem estar de todos que estão nas ruas, sempre praticando um Trânsito+gentil. Vamos praticar? --- Fonte: http://www.portaldotransito.com.br/noticias/rio-recebe-forum-internacional-para-reduzir-mortes-no-transito.html * O plano da Década de Ações para um Trânsito Mais Seguro foi lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial da Saúde (OMS) e pretende reduzir em até 50% a fatalidade no trânsito até 2020. [post_title] => Rio receberá o Fórum Internacional do Trânsito [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => rio-recebera-o-forum-internacional-do-transito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2011-06-29 11:38:34 [post_modified_gmt] => 2011-06-29 13:38:34 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/blog/?p=1952 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 3 [filter] => raw ) ) [post_count] => 10 [current_post] => -1 [in_the_loop] => [post] => WP_Post Object ( [ID] => 3712 [post_author] => 1 [post_date] => 2016-02-29 20:55:46 [post_date_gmt] => 2016-02-29 20:55:46 [post_content] =>

Já parou para se perguntar como será o trânsito no futuro? Não precisa ir muito longe. Estamos falando de um futuro próximo, mesmo.

Pois é, a resposta para essa pergunta é que só depende da gente. Por isso, procure fazer, incentivar e disseminar atos de gentileza para que possamos ver e sentir a melhora que todos nós queremos em cada esquina da cidade.

Vá além do "bom dia" e do "obrigado". Oferecer seu lugar a quem precisa, mesmo que não esteja em um assento preferencial, ajudar alguém a carregar suas sacolas ou malas e até mesmo segurar a porta para o próximo entrar ou sair são gestos simples, até pequenos, e podem valer mais do que qualquer palavra.

Só quem já esteve em situações como estas sabe como pode ser gratificante fazer bem ao próximo e a diferença que isso faz em nossa rotina e nosso humor, tanto de quem faz quanto de quem recebe. Vamos pensar um pouco mais no próximo em vez de apenas em nós mesmos? Afinal, o trânsito e a cidade são locais de convivência para todos.

Já parou para pensar em como você vai fazer parte dessa mudança? Conta pra gente.

[post_title] => O trânsito de amanhã depende de nós [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => o-transito-de-amanha-depende-de-nos [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2016-02-29 20:55:46 [post_modified_gmt] => 2016-02-29 20:55:46 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.transitomaisgentil.com.br/?p=3712 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [comment_count] => 0 [current_comment] => -1 [found_posts] => 22 [max_num_pages] => 3 [max_num_comment_pages] => 0 [is_single] => [is_preview] => [is_page] => [is_archive] => 1 [is_date] => [is_year] => [is_month] => [is_day] => [is_time] => [is_author] => [is_category] => [is_tag] => 1 [is_tax] => [is_search] => [is_feed] => [is_comment_feed] => [is_trackback] => [is_home] => [is_404] => [is_embed] => [is_paged] => [is_admin] => [is_attachment] => [is_singular] => [is_robots] => [is_posts_page] => [is_post_type_archive] => [query_vars_hash:WP_Query:private] => 09be8ab8180c47742462613e0ac52e9a [query_vars_changed:WP_Query:private] => [thumbnails_cached] => 1 [stopwords:WP_Query:private] => [compat_fields:WP_Query:private] => Array ( [0] => query_vars_hash [1] => query_vars_changed ) [compat_methods:WP_Query:private] => Array ( [0] => init_query_flags [1] => parse_tax_query ) )