Celular no trânsito



Os telefones celulares fazem, cada vez mais, parte do nosso cotidiano com uma importância única, representando um mundo cada vez mais conectado. O problema é que a sua utilização pelos motoristas dentro dos carros, enquanto estão dirigindo, têm sido uma constante e perigosa prática.

Apesar de existirem regulamentações em alguns países proibindo essa atitude, não há ainda uma conscientização popular sobre o real risco da mesma. Consequência da distração, o problema é óbvio no Brasil, mas a falta de levantamentos impede que o assunto seja abordado com propriedade.

Pesquisas e números

Enquanto isso, nos Estados Unidos, um novo estudo desenvolvido na Universidade do Alabama mostra que mais de um terço dos seus alunos usam o celular para navegar na internet enquanto dirigem, mesmo já tendo sofrido um acidente de carro.

Até mesmo motoristas que já relataram acidentes anteriores envolvendo celulares não conseguem resistir a usá-los enquanto dirigem.

"É assustador. Muito pouco dessa atividade tem, de fato, urgência. É socialização e entretenimento", disse o supervisor do estudo, David Schwebel, diretor do laboratório de segurança da juventude da universidade.

Todos que participaram da pesquisa são donos de smartphones. "O que salta aos olhos é o número de participantes que afirmou compreender que o uso da internet em aparelhos móveis na direção é perigoso, mas continua fazendo isso", disse Lauren McCartney, que trabalhou no estudo.

Socializar pelo telefone pareceu mais importante para alguns estudantes universitários do que a segurança no trânsito. "Eles parecem muito interessados em estar atualizados com o que todos estão fazendo a cada hora do dia", disse McCartney.

E você? Que tal fazer a sua parte evitando mexer no celular enquanto dirige?